23 Abril 2014

Ainda os festejos

Folgo em saber que não fui só eu a discordar de algumas peripécias na festa do título. Recebemos um e-mail de um leitor a queixar-se do mesmo e penso que isto merece destaque num post.

Nomeadamente:

- Música: Para quê uma autêntica RAVE no Marquês? Para quê uma martelada constante que faz com que o ambiente mais incrível que se gera nestas festa pura e simplesmente desapareça? Quanto mais prefiro ouvir o público a gritar, os cânticos a surgir e a espalhar-se de forma orgânica cheia de emoção, as piadas, os gritos parvos, os comentários... tudo! Com a porcaria da música só se ouviam estes momentos quando o speaker gritava o início de algum cântico para a multidão o seguir... e seguia pois claro, era para isso que lá estavam e não precisavam da ajuda dele para nada.
Chumbado!

- Roteirinho Mariquinhas: Para quê ter as baias a separar a multidão do autocarro com os jogadores? Pegando nos festejos do último título, quem não se lembra da bezana histórica do Javi que fez com que ele quase saltasse em cima de nós? O Moreira com medo só lhe agarrava as pernas por ele se empoleirar no topo do autocarro. A malta a querer trepar sem sucesso o autocarro e mesmo assim ainda levava um calduço de amizade por parte de um jogador, que naquele momento era um dos seus heróis. O banho de cerveja e champagne que levávamos dos nossos jogadores. Latas de cerveja que nos atiraram para bebermos com eles... A multidão a acompanhar o movimento do autocarro artérias abaixo sem parar e sempre com uma loucura saudável associada.
Chumbado!

Mas claro que outros detalhes foram boas ideias:
- Os mini fogos de artifício por todo o lado.
- A CAMISOLONA a "pintar" o marquês de pombal.
- O local de paragem para os jogadores interagirem um pouco com a malta.

Enfim, penso que mesmo o mais grave foi a música...

CML autorizou, Patrocinador patrocinou, Benfica aprovou. Para a próxima espero que as 3 entidades percebam que o ambiente que se vive sem qualquer apoio musical é único e é o que fica na memória de todos para sempre.

TUDO A SALTAAAAAAR!!!!

22 Abril 2014

O mito da retórica

"No início da época, a exibição defensiva do West Ham em Stamford Bridge levou José Mourinho a criticar «o estilo de jogo digno do século XIX» dos hammers." (in A Bola)

O filho do Presidente do clube inglês comentou que este foi um belo exemplo do estilo de jogo do século XIX. Mourinho não respondeu.

Claro que não, o que ele fez hoje remota aos século XVIII, não tem nada a ver...odeio incultos que não reconhecem correntes artísticas.

Mourinho, este ano tens dito mais merda do que nos últimos 10 anos juntos. Antes a tua retórica era demolidora, hoje é pateta. Uma espécie de Bruno de Carvalho emigra.

Mistura explosiva.

Ah, se o Liverpool for Campeão a desculpa se não é o dinheiro é o quê? "Ah e tal jogam de vermelho e assim é fácil ganhar...".

Ok, isso é justo...

Os nossos Campeões

Artur - O sonecas acabou mal a época e não começou muito bem. Depois de 1 ano muito forte veio a decair e havia muita pressão até dos adeptos para arranjar solução ao nosso zuca. Essa solução apareceu, ele perdeu espaço mas nos jogos em que entrou queria destacar o do Dragão na 1ª mão da meia-final da Taça, onde ajudou a virmos de lá só com 1 golo sofrido. Perdeu o lugar mas é Campeão!

Oblak - A nossa jovem promessa que tanto queríamos ver testada teve altos e baixos. Mostrou enorme segurança onde o Artur tremia muito (saídas), teve defesas de Youtube mas dos poucos golos que sofreu, podemos apontar-lhe o dedo por algum excesso de confiança nos lances. Mas hey... Para o campeonato foram 3 golos sofridos em 15 jogos... What Else?? Para ficar muitos anos e evoluir imenso.

Paulo Lopes - Um dos maiores Benfiquistas do plantel. O eterno suplente que vem das nossas escolas e que vive o Benfica como poucos. Exemplo disso a euforia na festa do título, até a uma baliza subiu. O Artur está de saída certamente, e gostava de ver o nosso Barthez SEMPRE no banco a puxar pela equipa e a passar a mística.


Luisão - Enorme Capitão. A melhor época de sempre no Benfica, que será facilmente a melhor época da sua carreira. Gigante que todos os anos ouve um "olha, este puto joga muito... ainda vai roubar o lugar ao Luisão" e no final é SEMPRE ele o indiscutível. Mudámos muito de treinador nos 10 anos de Luisão e ele foi sempre peça fundamental. Para sempre nosso. Tri-Campeão Luisão.

Garay - Enorme classe, a técnica da defesa está centrada nele e sai com a bola com uma inteligência pouco comum num central. Peça fundamental que ameaça sair desde o 1º ano, esperemos novamente que fique e que desta vez seja para sempre :) Ah, e nunca deixes de levar a Tamara ao estádio sff.

Jardel - Guerreiro de lutas difíceis. O 3º central que dobra qualquer um dos titulares sem que se note por aí além. Menos talento? Sim... Menos vontade? Nunca... Um batalhador incansável que só peca quando se excede a achar que é o David Luiz, que não é. Capaz, forte fisicamente, falta-lhe pontaria no jogo aéreo mas poucos poderão dizer mal dele. Até com a testa feita em papa limpou o que tinha que limpar, grande Afonso Henriques da Luz.


Maxi - Outro guerreiro que no final da época passada parecia estar em final de batalha. Mas a sua capacidade de recuperar é sempre surpreendente. Uma força mental única, uma raça em campo capaz de irritar qualquer rival, mas longe de ser um gajo mau... Bate muito, muito mesmo! Como o RAP diz, só não morde porque não pode, mas nunca dá aquele pau maldoso, daqueles mesmo para magoar. É transparente e honesto, muito sangue na guelra e uma referência de dinâmica empolgante à qual a equipa vai sempre "beber".

Sílvio - Outro dos grandes Benfiquistas do plantel. Jogador que andou a tapar buracos ora à esquerda, ora à direita. No início da época pareceu-me sempre muito insuficiente, fazia cruzamentos que nem na 2ª liga vemos serem feitos, tinha os olhos sempre no sítio errado e andava meio perdido. Agarrou o jogo tacticamente e a partir daí tornou-se um jogador muito útil. Na fase crescente lesionou-se e as lágrimas tiraram-no nos momentos decisivos da época. Merece a contratação definitiva e um Abraço de todos os adeptos para ultrapassar rapidamente a lesão regressando mais forte que nunca.

Siqueira - Sim, claro que é o melhor lateral-esquerdo que já tivemos depois do Coentrão. Claro que sabe jogar, sabe atacar e quando quer sabe defender. MAS, não tem cabeça nenhuma e só faz grandes jogos em que não é chamado a intervir mais de 2 ou 3 vezes de forma categórica. E muito por achar que tem cobertura para arriscar. Atinado pode ser um jogador mesmo muito acima da média. Assim é apenas um bom jogador, que é indiscutível face à fraca concorrência. Acredito que possa melhorar mas 7M é muito papel para nunca receber nada de volta, o homem vai fazer 28 anos.

André Almeida - Já fiz todo um post só para ele. Leva o Benfica no coração, tem mostrado um profissionalismo único mesmo quando passou de 1º suplente para todos os lugares a quase dispensado, é polivalente, sabe as limitações que tem e não é NADA burro. Jogador útil, um autêntico tapa buracos que terá mais protagonismo neste final de época com a lesão do Sílvio. Merecido Campeão!

Djavan - Bom rapaz com uma história de vida difícil. Enorme coração e as declarações na despedida mostraram o que disse anteriormente. Mas Futebol, para as exigência do Benfica, não teve... Que tenha muito sucesso nas novas experiências que tiver, obrigado pela humildade e pela capacidade de encarar a péssima experiência com um sorriso na cara de agradecimento. Toma lá a medalha :)


Matic - Quando saiu parecia que tudo ia abanar, que a referência maior do Futebol Português ia fazer mesmo muita falta, que ao pé das saídas dos nossos adversários era esta que ia marcar o campeonato. Mas não... um dos melhores jogadores que cá passaram e dos melhores 6 da Europa, saiu e o "Manel" foi a jogo cumprindo com grande capacidade. Gajos destes há muito poucos mas nem sempre é preciso um de topo, a estrutura ajuda a jogar bem e tudo aconteceu naturalmente. Obrigado por tudo Matic, volta sempre.

Fejsa - O "Manel" depois de ser testado várias vezes assumiu a titularidade e não mais a largou. Fortíssimo no posicionamento, agressivo com muito poucas faltas e levante SEMPRE a cabeça quando recupera a bola. Perde no jogo aéreo para um Javi mas continuo a achar que em tudo o resto é superior. Frieza, estatura e odeia dar nas vistas. Boa aposta e foi importantíssimo para o título.

Amorim - Outro grande benfiquista. Passou de "Com o Jesus não volto ao Benfica" para 1º suplente do nosso meio-campo, tendo por vezes sido titular e feito jogos de grande qualidade. É um jogador pouco expressivo que sabe não ser um craque, no entanto é das caras mais presentes na nossa equipa, que transmite muita confiança e que é também ele extremamente útil. Fizeste bem em regressar, aqui és Campeão.

Enzo - A alma, o coração, a entrega, a classe, o cérebro e a decisão da equipa. É o jogador de todo o 11 mais difícil de substituir e tem uma importância inacreditável nesta equipa. Tenho a certeza que o Campeonato não seria uma realidade sem ele. Espero mesmo que a Europa continue adormecida para ele e que fique para sempre para daqui a uns anos herdar a braçadeira. Adoro este gajo, a minha heterossexualidade fica em causa quando ele pega na bola!

André Gomes - Talento talento talento talento mas tá lento tá lento tá lento tá lento... Daqueles gajos que irritam porque parece não querer estar ali, que não gostam de intensidade, de rotação alta, de boas decisões, de futebol! Parece que nem gosta de jogar! Disse em tempos que com o arcaboiço do puto e a qualidade técnica daria um 6 inacreditável, precisando para isso ganhar MUITO tesão para jogar ali. Fez o jogo que fez com o Porto e isso deu uma remota esperança em ver isso acontecer. Talvez fora do Benfica não tenha ninguém tão paciente (estranhamente) como o Jesus e se perca, mas embora não acredite, acho que ele podia mesmo vir a ser de topo.


Gaitán - Se o Enzo era tudo aquilo, o Gaitán é o resto. O melhor jogador em termos de qualidade pura e dura do Campeonato. É um monstro em tudo o que faz e esta época é absolutamente fora de série. Faz tudo, deu a fazer, sem ele o Benfica parecia sempre meio "perro" até que agarrava na bola e vinha a magia toda ao de cima. Passou de uma foca de circo para um jogador de equipa como nunca se viu, até a defesa-esquerdo jogou. Evoluiu tanto que já acho ser impossível "prendê-lo" por cá. Mas como outro, por mim fica para sempre.

Salvio - O azarado do ano. Lesão gravíssima no início da época e agora outra... O jogador que empolga, que explode, que arranca e que levanta o público. Por vezes decide mal confiando muito na capacidade física de resolver lances, mas é mesmo um jogador extremamente capaz que quando tem espaço é demolidor. Lançado ninguém o apanha e até golos marca. Recupera depressa porque és muito importante. Até já Salvio Campeão!

Markovic - Aquele que em termos potenciais pode vir a ser o melhor jogador que já passou no Benfica. Pelo menos nos últimos muitos anos. Ao vê-lo jogar parece que não há limites para o que ele faz. Passou de um puto com uma velocidade e drible incrível, para um puto com uma capacidade anormal para apoiar defensivamente, para decidir 80% das vezes bem quando avança com bola, por vezes até reprimindo aquele instinto dele de mini-Messi para passar por todos e resolver sozinho. Frieza estranha num rapaz da idade dele. Pena dificilmente não ficar mais 1 ano por causa do "acordo" de transferência, porque este aponta mesmo mas mesmo alto.

Djuricic - Faz-me lembrar o Gaitán mau, aquele que se via que tinha muita técnica e rapidez de movimentos mas não as sabia usar. Mas isso está lá... se foi possível com o Gaitán talvez também o seja com ele. Era 10 ou 2º avançado como o gaitán e as 2 vezes que entrou ultimamente foi para fazer a posição do argentino. Penso que se está a preparar ali um possível sucessor... sendo que os extremos vão invariavelmente para o meio na nossa táctica por causa da subida dos laterais, acho mesmo que ele pode vir a ser jogador. Tem é de querer... e parece querer pouco! Talvez a festa o tenha ajudado a abrir os olhos.

Sulejmani - Raça e intensidade. Um Nolito esquerdino com mais técnica. Começou bem quando foi chamado ao relvado, acrescentava sempre alguma coisa ao jogo mas quando jogava de início tinha uma função extremamente ingrata...ocupar o lugar deste Gaitán. Claro que se notava, claro que havia impaciência e claro que não se consegue sem continuidade fazer esquecer o nosso craque. Boa solução e aquele rapaz que vimos na 1ª metade da época é mesmo um gajo que pode ser útil.

Ivan Cavaleiro - O puto gosta de jogar, gosta do Benfica, adora as oportunidades que lhe dão mas ainda não mostrou aquela peça do puzzle que o possa destacar. É rapidíssimo, na 2ª divisão tem muito golo mas parece atabalhoado muitas vezes sem qualquer poder de decisão. Mas... é um miúdo que ainda agora joga no meio dos bichos e o Futebol não são só 11 jogadores. Veremos a evolução e se poderá vir a ultrapassar um patamar de menos destaque que ainda ocupa. Bora puto, aperta contigo!

Ola John - Tinha-me esquecido do miúdo. Tem uma meia época muito muito boa no ano passado mas depois veio Gaitán e ele eclipsou-se. Jogador fraco psicologicamente por ser puto precisa de mimo e o Jesus é tudo à bruta e aos gritos. Qualidade tem ele, mas são demasiadas as vezes que um jogador tão rápido como ele pareça mais lento que o Paulo Almeida. Falta intensidade e o Jesus perdeu a paciência. Recuperável? Acho que sim... mas vai dar trabalho e ele tem de vir com outra mentalidade.


Cardozo - Mais um azarado. Depois de um início de época atribulado disciplinarmente, voltou e marcou 3 golos ao Sporting. Um jogador que vive de golos como nós vivemos de oxigénio, um jogador inteligente e que embora mintam em dizer o contrário, é raro o passe que falha. Quando voltou de lesão apanhou o Benfica em super-forma e já não encontrou o seu espaço, passou de indiscutível a uma excelente solução mas a dinâmica criada tapou-lhe o lugar. Antes mal-amado por muitos adeptos, estranhamente conquistou-os na pior época de sempre no Benfica, o que é no mínimo risível... Adoro o jogador e a prova da sua qualidade passa por, numa grande época do Benfica, ninguém está perto dos seus habituais 30 golos/ano.

Rodrigo - A época da afirmação. Ainda muito "quente" quando as coisas não estão a correr bem, ainda falha nalguns momentos de jogo que parecem demasiado fáceis, ainda tem uma eficácia pouco feliz mas fez uma época que superou qualquer crítica e qualquer expectativa. Daqueles avançados que aparecem em TODO o lado, seja na linha, entre-linhas, nas costas do outro, a fazer tabelas e até na lateral a dobrar a subida de um defesa. Capacidade atlética fora do comum deve ser o jogador com mais minutos desta época do Benfica, logo, é inegável a importância estrondosa neste título. Já não é nosso, mas sai em pela porta maior. Parabéns miúdo.

Lima - Veio de uma época de estreia com números de Cardozo e começou como titular no seu lugar. Não resolvia como o esperado e teve alguns jogos em que quase desesperávamos com a quantidade de lances perdidos. No entanto cedo conseguiu perceber que não tinha de marcar para ser um grande jogador (coisa que o Rodrigo ainda não percebeu), embora tenha pecado em mais jogos do que eu próprio esperava, fez outros de enorme nível e de entrega sem ter o protagonismo típico da posição que ocupa. Trabalhador incansável e paixão do Jesus, merece essa confiança pela intensidade que entrega em todos os jogos, final de época mais feliz e aí sim, com os golos que merecia.

Funes Hipster Mori - O nosso hipster é o goleador "mor" do Benfica B e um dos melhores marcadores da 2ª liga. Do que vi dele vi muita vontade, raça, poder físico... Já conta com 23 anos e por isso nunca será um super craque. Dificilmente terá lugar no Benfica, dificilmente vai prosseguir carreira por cá na equipa principal, mas nunca virou a cara à luta e a prova disso são os números e a raça que emprega na 2ª divisão portuguesa. Gosto da atitude e por isso mesmo no mínimo merece toda a sorte do mundo.


Jorge Jesus - O timoneiro que fez tudo isto ser possível Escrevi um post em Fevereiro a dar a mão à palmatória por tudo o que ele conseguiu fazer. Inacreditável carácter numa época que ao início parecia que ia partir a corda. A corda nunca tinha esticado tanto e ele agarrou-a com força... tanta força que a venceu, recuperou a confiança dos jogadores, dos adeptos e mostrou que essa mesma confiança se ganha. Enorme resposta à época passada, enorme mudança de atitude para uma posição mais humilde e realista, enorme qualidade técnica que nos proporcionou grandes noites. Pecou de forma quase criminosa na Champions (tem infelizmente sido um hábito), e veremos como dá resposta na Liga Europa. Que fique, merece sem dúvida outra época para mostrar que 2 títulos em 5 épocas (com os melhores plantéis dos últimos muitos anos) foram um azar de percurso.

Luís Filipe Vieira - A aposta quase meramente pessoal no Jesus esta época foi a sua maior vitória. A teimosia desta vez deu frutos e temos de assumir que foi uma aposta mais que ganha. O esforço enorme de ficar com os jogadores todos no clube também o foram, depois a mentirinha de que não era preciso vender e tivemos o Janeiro que tivemos... Ainda assim, de contar com isso com a saída da Champions. É o Presidente com pior rácio de anos/títulos, tem o maior poço de dívidas de sempre mas vendendo bem, deixando de comprar por comprar e continuando a ganhar ainda pode ir a tempo de reduzir tudo isto. Vive o clube, trabalha muito e tem um perfil muito peculiar. Como sabem nunca votei nele e continuo a achar que o seu ciclo acabou, que é demasiado irresponsável e que facilmente cai no discurso duvidoso político, mas não posso deixar de afirmar que se quiser apostar forte na recuperação do clube, é agora o momento... Acabou-se o tempo das vacas gordas, acabou-se a gestão à Autarca que brinca com o dinheiro dos outros, acabou-se tudo isso. Será? Se sim, terá o meu apoio.


PARABÉNS AOS NOSSOS CAMPEÕES

21 Abril 2014

Mostra-me a tua válvula de escape que eu mostrar-te-ei a minha.

Acreditem ou não, há muitos muitos anos atrás, eu já fui adolescente. Como se isso não bastasse, fui ainda estudante.

Há muita coisa da qual não me recordo dessa fase da minha vida no entanto há uma que não esqueço: quando abria a época de exames acabava-se a rambóia. Não que eu preferisse a primeira à segunda mas... precisamente pelo motivo contrário.

O meu objectivo era passar por aquele período - que sempre me pareceu semelhante à tarefa de tentar atravessar uma chuva de meteoritos ao comando de uma nave espacial gigantesca e lenta - o mais depressa e incólume possível. Assim, poderia regressar rapidamente ao meu estado normal de... folia.

Desta forma, não levantava a guarda. Durante aquele processo nada me fazia vacilar. Até lá, nem o alívio duma nota que dispensasse a oral num daqueles cadeirões com nomes assustadores e professores ainda mais tenebrosos me podia fazer desviar daquela missão cujo objectivo, não sendo o mais apetecível, tinha que ser alcançado.

Imperiais, tremoços, gajas e esplanadas só depois de terminado o último dos exames.

Talvez pelo que acabo de explicar, os festejos de ontem deixaram-me com sentimentos contraditórios. Por um lado, seria tremendamente frustrante não dar largas à alegria, não "deitar tudo cá para fora".

Dentro da mesma lógica, é preferível uma festa pública (televisionada e tudo) do que várias festas obscuramente privadas com muita vodka importada e muita menina importada também.

Há relatos que não deixam grande dúvida quanto à bebedeira épica que, por exemplo, o Lima ontem ostentava para quem quisesse ver lá do cimo do camião alegórico (desculpem lá mas o termo "Trio Eléctrico" soa-me a pack promocional duma sex-shop em liquidações).

Voltando aos pormenores da bezunta do Lima, aquilo é coisa para trazer consequências até sexta-feira à tarde, sábado de manhã. Ora, antes disse há jogo na Quinta (é "só" a Juventus), no fim-de-semana há jogo também (está certo que é o Porto mas ainda assim) e depois há a Juventus outra vez. Em Turim.

Não digo que até lá não possam dormir tudo (não há como um Guronsan diluído numa canja de galinha do campo) mas... psicologicamente é impossível esquecer o que ontem se passou. Aquilo é próprio (e justo) de quem "já lá chegou". É uma descompressão Uma típica festa do já-cá-estamos-que-sa-foda-vai-ser-até-cair.

Eles lá saberão o que fazem mas... como se volta agora a colocar aquela pressãozinha imprescindível para a concentração estar lá no topo?

Não acredito nos Prémios de Jogo como factor de motivação: voltando aos tempos de outrora, nunca foram os gelados que o meu Avô me prometia o motor da minha vontade. Mais depressa o era o desejo de voltar à desbunda...

Agarremo-nos então a isso: TUDO A SALTAAAAAAAAAAAAR!!!!!!

Da Reboleira para o Mónaco

Quando os passarinhos que aí andam falam, ou estamos no Game of Thrones ou algo se passa.

Já ouvi vários boatos que o Jesus para o ano está no Mónaco. O sucessor será o Marco Silva.

Ora, disto tenho a comentar:

1- Imaginem o Jesus numa esplanada desse luxuoso Estado a pedir um courato...

2- Imaginem o gajo a treinar o Moutinho, o Falcao e o James e a achar que os tem de travar e não consegue...

3- Imaginem um Treinador no Benfica que é Benfiquista doente!


O Jesus esta época virou a mesa e disse: "julgavam que aquele mau início era o apocalipse mas tenho varrido mais que nunca e o título já cá canta sem bicho!".
Por mim ficava até ao fim do contrato, embora me pareça certo que sai no final deste ano.

Penso que a mudança de postura e a mudança de discurso "para fora" o ajudaram muito, acho que estava finalmente pronto para cá ficar e ser o nosso Fergusson, tinha era de fazer qualquer coisa de jeito na Champions...

Pior, o Marco é um grande benfiquista e excelente treinador, mas em termos de cabelo deixa muito a desejar...
Masca Gorila ao menos??

Seja que timoneiro for, é remar para o 34º e CARREGA BENFICA!!!!

TUDO A SALTAAAAAAR!!!!

Melhor Domingo de Páscoa de sempre :)


18 Abril 2014

Mundial e o c*

Como todos já sabem a Selecção para mim é o clube das mulheres...

Estou-me a borrifar para a Selecção embora admita vibrar nas fases finais, mais até pelo companheirismo que se vive nessa altura com amigos de outros clubes, dos churrascos, das tardes bem passadas, etc.

Mas como sou MUITO mais Benfiquista que Português, claro que prefiro ver o Benfica campeão ou até a ganhar o torneio do guadiana que Portugal campeão do mundo.

Por isso quanto a jogadores nossos no mundial:

- titulares ou soluções constantes seria óptimo que NENHUM lá fosse, isto porque lhes dá imensa notoriedade e depois ainda os vêm cá buscar... Que se esqueçam de todos os seleccionáveis!

Que fiquem por cá sem se cansarem, sem se lesionarem, a curtir um sol porreiro e umas noites engraçadas.

Quanto a Portugal, o jogador que mais dava jeito seria sem dúvida o Lima... Qual fernando ou quaresma ou edinhos e afins... Visto andar nos 30 já podia ser giro ir, isto porque pegaria de estaca e dava uns trocos...

Enfim, estarei a torcer por Portugal como torço sempre, mas só tenho pena que o Benfica não jogue nessa altura, troco fácil um amigável de pré-época com o Sion que um bom jogo de Mundial :)

16 Abril 2014

Orgulho Imenso...

Desculpem a demora mas fui só ver se nos Aliados ainda havia festa desde a 1ª mão... é que pela capa do jornal d'O Jogo parecia mesmo que já não íamos ao Jamor... 

Não estava lá ninguém...

Parece que jogar contra meia equipa titular do Benfica numa mão e jogar 71min (sim, 2min na 1ª parte e 6min na 2ª) contra 10 noutra, dá para não ganhar e ainda levam 3... 

TUDO A SALTAAAAAAR!

Destaques:

Quaresma - Eish... que jogador incrível... isto com ele é outra coisa! Fartou-se de jogar!

Fernando - O Redondo do Porto, esse polvo... As mãozinhas do gajo no ar quando leva o cabrito do André Gomes é uma imagem para GIF e para meterem no museu ao lado do espaço K.

André Gomes - Exibição de gala... se tivesse esta intensidade sempre, valia os milhões todos e mais alguns. Primeiro jogo de topo do puto, logo agora na hora da despedida. ENORME GOLO!!!!

Siqueira - Agora percebi que foi de propósito!! Com 11 não ia ter piada nenhuma...

André Almeida - Parecia um extremo!

Enzo - Quando vi que ia ele marcar o penalty nem tremi... o jogador mais inteligente do Benfica.

Esta vitória é de quem?

- Jesus, depois do que aconteceu na época passada a equipa chega a esta fase com uma força inacreditável. Esta vitória foi demolidora e uma demonstração de carácter únicos. À imagem do Treinador. Muitos Parabéns.

- Vieira, porque a Mãe do presidente faleceu hoje e merece um abraço de todos por isso mesmo.

- Adeptos, o ambiente vivido hoje é aquele que nos levou a ganhar jogo após jogo. Que continue. Arrepiante!

Amanhã Portugal acorda mais Feliz

27min

"O Siqueira é muita bom pah...estás sempre a dizer mal dele mas ele é do c*... Não percebes nada de bola...bla bla bla..."

BURRO DE MERDA!!!! PARA SEMPRE UM BURRO DE MERDA!!!!

NUNCA MAIS VESTIA O MANTO SAGRADO NOJENTO IDIOTA DAS CAVERNAS!!!!

15 Abril 2014

Amanhã é na Luz

Benfiquistas,

Encher a Luz no Domingo é fácil... dia de família, jogo que nos pode dar o título, 18h, e tudo e tudo...

Amanhã? Um jogo da Taça, a meio da semana, às 20h45, o dinheiro não estica, etc...
Mas malta, imaginem que era ao contrário. Imaginem que era o Porto que tinha nas mãos a hipótese de fazer com que o Benfica ganhasse ZERO títulos este ano, que acham que acontecia? Até tínhamos que nos desviar de pedras...

Nós não somos assim... felizmente não vemos o Futebol da mesma forma, mas é certo que precisamos do apoio dos nossos como nunca, as pernas já quebram e o Porto vem com tudo o que tem e o que não tem para tentar salvar uma época perdida... Ora não se estivesse a tornar o campeonato deles ganhar ao Benfica...

O jogo com o Olhanense é até o dobro do preço, o estádio vai estar cheio e é assim que tem de ser SEMPRE! Amanhã não pode ser excepção e por isso voltem a fazer as contas ao orçamento e encaixem lá o jogo de amanhã tirando aquele jantar de aniversário ao qual podem ir lá ter...

O Benfica conta connosco e lá estaremos todos a apoiar do 1º ao último minuto para empurrar a equipa para cima deles.

VAMOS?

TUDO A SALTAAAAAAR!!!!


PS: post inspirado no do Caper.