25 fevereiro 2013

Comentário Elevado a Post (Pedro Mendes)

Permitam-me falar aqui fora do sítio, mas parece-me urgente que se passe esta mensagem relativa à vergonha daquilo que ontem se passou em Guimarães.

Ponto prévio: Sou adepto do Vitória de Guimarães.

Posto isto:

Chega desta vergonha!

1 - Jogos à porta fechada para Vitória e Braga (Equipas A e B). Mas muitos!!!
2 - Proibição de venda de bilhetes aos adeptos de Vitória e Braga para os jogos fora.
3 - Assumindo que a estupidez é transversal a todos, obrigação de policiamento em todos os jogos de futebol, suportados por um plano estratégico definido pela PSP.
4 - Não esperem que hajam mortes, por favor.
5 - Não sei se tenho vontade de, pelo menos nos próximos tempos, voltar ao futebol.
6 - Investigue-se muito bem o que se passou em Guimarães e punam-se severamente todos os culpados (materiais ou não) identificáveis.
7 - Punam-se os dirigentes que padecem desse síndrome de estupidez adquirida que é comum aos dirigentes desportivos, que incitam e incentivam os seus adeptos à violência, quer através de declarações a roçar o animalesco quer através de acções que nem a animais ficam bem.
8 - Todos pó caralho que estão a estragar o jogo da minha vida. Gosto demasiado de futebol para deixar que vocês mo estraguem.

Pedro Mendes 

14 comentários:

João Mendes disse...

Penso exactamente o mesmo e quem perde é o futebol, são os clubes e somos nós mesmos.

Ainda na semana passada garantia que ia de certeza ver o Braga-Benfica na próxima quarta, hoje tenho quase a certeza que não vou...

Menino Rebelde disse...

sou um benfiquista do norte. Por isso, para mim, seria um orgulho ver o Benfica nos estádios dos clubes nortenhos que moram na primeira liga. Mas infelizmente, tal não é possível e já há muitos anos.

Qualquer visita ao estádio do Axa, ou estádio Afonso Henriques termina geralmente em confrontos, violância e terror. Nenhum Benfiquista em dia de jogo grande, consegue andar em paz numa localidade onde em tempos qualquer clube era recebido de braços abertos.

E assim matam ainda mais o futebol português. Já não basta o sistema de influências, de favores e corrupção, que todos negam publicamente, mas que é aceite empiricamente, temos a violência premeditada a matar o futebol!

Como diz o autor do comentário: estão a matar o desporto que eu e muitos outros gostam, somente pelo prazer de ver futebol e não por paixão cega ao futebol!

Pessoa disse...

Estes problemas partem sempre de grupos de chavalada (tanto de idade como de mentalidade) que já sabem ao que vão.
Estes gajos parecem aqueles que gostam de combinar porrada às 6 à porta da secundária.

Será assim tão difícil identificar estes gajos?

Aquele lá em Stamford Bridge que imitou um macaco nunca mais lá entra

TipoComum disse...

sublinho.

Joao disse...

Se querem resolver este problema os clubes têm de ser os primeiros a actuar. É mais fácil arrumar a casa do que estar à espera que as autoridades actuem...

Ricardo disse...

João, Braga neste momento é uma cidade de ódio. É uma coisa impensável, mas é verdade. Neste momento, estamos assim: se vais ver bola a certos sítios, arriscas-te a sair de lá morto ou ferido. Quantos adeptos deixaram de ir aos estádios por merdas destas?

Germano Bettencourt disse...

Amém!

pitons na boca disse...

Muito bom, Pedro Mendes.
Não te acho grande central, mas vais sempre a tempo de me provar que estou enganado.
Boa sorte, para o ano, em Parma.

lol

3aneldaluz disse...

Isto so vai la com jogos a porta fechada e com a irradiacao de alguns adeptos dos estadios de futebol.
Nao tem nada a ver com haver mais ou menos polciamento. Tem haver com educacao e dever de cidadania.
Eu vivo em Inglaterra e nao ves um policia dentro dos estadios e mesmo ca fora vez uns quantos a regular o transito e pouco mais. Nos estadios tem todos que ter obrigatoriamente cameras de seguranca e acredita se fazes merda por mais pequena que seja vaise de cana e nunca mais la metes o pe. Mais, os comentario de Twitter, facebook e afins sao monitorizados e vais dentro. Quando o Muamba quase foi de patins, houve um atrasado mental que colocou um comentario racista no twitter, sendo que depois de ver a merda que fez tentou emendar mas de nada valeu. Foi dentro por 3 meses que e para fiar finiho.

Jon D. disse...

Quando o "diabinho" apertou o gasganete ao fiscal (de linha, não das finanças) aqui del-rei porque o outro já tinha enviado um veri-leite na semana anterior, e mais os SuperDragões e a JuveLeo e o camandro. Do Benfica (Direcção) ninguém disse: esse senhor não entra cá mais.
Os clubes têm muita culpa no cartório. Dá jeito ter umas milícias à mão de semear.
A Liga, pertence aos (alguns) clubes, por isso está de mãos atadas.
O Governo, nem está para se chatear.

jose disse...

3aneldaluz , menos

Tens polícias, e muitos, fora dos estádios (e olha que não és o único que vives em Inglaterra).
Tens spoters, tens polícia de intervenção.
Há muito menos incidentes dentro dos estádios, mas fora o número tem aumentado (embora isso não apareça na televisão)
O que há aqui, isso sim, e uma legislação que e aplicada com rigor, e não uma republica das bananas como em Portugal, onde prevalece a selvajaria.
Aqui defende-se o Futebol, em Portugal defende-se interesses pessoais

Henrique disse...

Em Inglaterra, na terra da civilidade, é preciso essas merdas todas para não haver mortes. Tá certo.

FlashGordo disse...

Infelizmente o que estamos a assistir é a uma Luta entre a os Clubes (através da Liga) e o Governo, nas quais os adeptos são a arma de arremesso.

Duvidam por 1 segundo que se os clubes quisessem tinham-se evitado os confrontos de Braga e de Guimarães sem ter de chamar 1 polícia a mais?

o plano da liga está a correr às mil maravilhas, numa altura em que o Governo está com a popularidade historicamente baixa, a Liga conseguiu colocar na cabeça das pessoas duas ideias muito simples:

-> A Culpa é do Governo.
-> A Culpa é das claques.

Qualquer um dos dois alvos é fácil de atacar, e dificilmente conseguem responder ou por terem outros assuntos mais importantes para resolver nesta altura ou por simplesmente não terem voz.

O que é preciso no meio disto tudo é bom senso e um mínimo de respeito.
A rivalidade faz parte do futebol, e a tensão também, mas tem de haver noção que há limites e colocar em qualquer tipo de perigo alguém inocente não é aceitável.




POC disse...

Adeptos como o Pedro Mendes são os que precisamos. Parabéns.