07 junho 2013

Deus chorou na despedida

E nós também El Mago...

Há jogadores que são muito mais que simples jogadores, são autênticas entidades pelo que representam dentro da instituição que tem o prazer de os receber diariamente.

Há poucos jogadores no mundo que podem dizer que foram amados por gregos e troianos, o Aimar faz parte desse lote restrito pelo talento e pelo que significou para o desporto.

Grande talento e grande homem, são características que o vão certamente eternizar...

Hoje é um dia triste para o Futebol Português, qualquer adepto de qualquer rival tem de admirar o Aimar.

Um Abraço e espero que aceites o convite do Presidente: Volta.


PS: agora que saiu Deus, Jesus não tem entidade superior a ele?

6 comentários:

king disse...

Porra, pode parecer lamechice. Mas dá mesmo pena. Quase, quase, quase que dá vontade de deixar sair uma lágrima.

Bruno Gonçalves disse...

AIMAR, AIMAR... HÁ IR E VOLTAR

Jacques de Molay disse...

Saindo D10s, há sempre o Espirito Santo, mas esse, para além de abençoar corruptos, já treina outra equipa...

Jon D. disse...

O Espírito Santo está no Banco (e o Salgado é o seu pastor)

Joan Carles disse...

Desde que Jesús rebelou-se contra Deus perdeu-o tudo. Reduzido a sua condução de mortal, e sem capacidade de resurreição vagará pela Terra e sentirá falta os tempos de vinho e rosas, até a definitiva expulsión.

francis disse...

Já estou com pouca pica para a nova época então com notícias como esta... Tal com diz a música + um 10 imortal!!! CRAQUE....
carrega benfica