19 novembro 2013

A tinta nos dedos

Pára tudo!

Se passarem hoje por algum quiosque não deixem de apreciar com cuidado as capas dos três jornais diários desportivos.

Se não passarem por nenhum quiosque, arranjem forma de passar ou vão aqui (que foi onde fui buscar as imagens).

Já vimos capas piores (oh meu deus, bem piores!) mas olhando para o conjunto, assim no todo, eu diria que é o triplete maravilha no que às capas de jornais pavorosas diz respeito.

Comecemos pelo Record:

























Eh pá... quantas (mas quantas?!) capas de jornais já foram impressas com o "Mata mata" que o Scolari (ó pra ele ali) nos fez o favor de ensinar? Quantas? Pessoal da redacção do Record, clap clap, criatividade do caraças ein?

Gosto do pormenor da lotaria de Natal assim, discretamente, no meio da página e aprecio também a abertura de espírito que revelam ao terem deixado um estagiário sair do armário e criar uma espécie de suplemento híbrido Caras/Record/NovaGente, por forma a acompanhar "o dia a dia de Pinto da Costa desde a operação". Ao menos captem mais escutas; não servem para nada mas a malta sempre se ri um bocadinho.


O Jogo:

























Pessoal... pavoroso. Quão estereotipado é isto? Parece que estou a ouvir o diálogo note na redacção:

"Ora bem, Mundial no Brasil... Brasil... er... samba. Gajas! Coxas!!!! MAMAS!!!! Têm aparecer mamas na capa de amanhã... como é que justificamos a coisa? Hm... já sei, as meninas brasileiras dançam o samba em primeiro plano e as meninas portuguesas dançam o malhão cá em baixo. Está feito! Antunes, mete as bobinas a rolar!!!"


A Bola:


De longe a mais horrorosa de todas, eu até tenho medo de comentar. Eh pá, eu espero estar enganado mas parece-me que algures, lá no fundindo da cabeça de algum menino por detrás de um computador do departamento gráfico, houve aqui uma tentativa de reproduzir isto:

















Assim, como quem não quer a coisa, para mandar um granda cenário: sai uma alusão ao Eastwood e a Iwo Jima... só naquela: classe pura. Pena a imagem estar uma valente merda e terem partido o pulso ao Ronaldo no photoshop para fazer com que ele pareça estar a pegar numa bandeirola-de-canto com um pano esquisito...

Ah e acho que utilizaram como fundo um filtro a simular que a imagem é impressa em papel... faz sentido.

Posto isto acho que tudo é possível portanto... macacos me mordam se o gajo de braços e boca aberta atrás do Cristiano não é o Simão Sabrosa!!!

12 comentários:

João Mendes disse...

E sem Patrício... assim mesmo!

João Alves disse...

Acho mal também se terem "esquecido" do Patrice nessa capa d'A Bola...

papousse disse...

Atrás do Ronaldo não é o Simão. Mas é preto também. É o Nani.

TipoComum disse...

e n'a bola meteram 1 caveleiro romano ou sparta ou o catano.. ah n.. é o meireles..

hertz disse...

Que fail a bola ter posto todos os jogadores menos o Patrício...se calhar era porque o seu equipamento preto ou verde poderia estragar a estética da imagem lol

Quanto as 3 capas, por mais horrorosas que estejam, pelo menos o ojogo e abola puseram na imagem a selecção. Ja o record pôs na capa o CR "o mundial que Ronaldo não pode falhar" fantástico! Os outros 22 podem ir todos pro caralho que o que interessa é estar la o CR.

B. disse...

O Patrício não aparece porque ainda está de cócoras à procura da bola do Luisão.

Leo disse...

A capa do Jogo ao menos dignifica o clube das gajas

LDP disse...

De facto não percebo porque é que a bola mete o Mr. T na capa e deixa o Raul Meireles(separados á nascença B.!!) e o Patrício de fora.

Kiddo! disse...

Ia jurar que o João Pereira tem a mão dentro dos calções do Postiga....

Bernard öZilva disse...

http://youtu.be/vSkb0kDacjs?t=2m6s

..Vamos pra cima deles caralho!!

Força...

Bernard öZilva disse...

PS:Os "Historiadores do Futebol" dizem que são os Suecos os verdadeiros "Brasileiros da Europa",vamos lá ver então se levamos baile...

"Showdibola"..

il _messaggero disse...

graficamente a capa d'A Bola está muito bem conseguida (digo isto sem ironia). as outras estão uma valente cagada.
mas é meramente uma opinião e às tantas sou eu que não percebo um "piço" disto.