11 março 2014

Aos indignados

Da próxima vez que forem adeptos do Porto só porque não conseguem fazer qualquer tipo de frente ao vosso maior rival, lembrem-se deste ano em que queriam ficar à frente desse vosso clube de coração do Norte e parecia ser impossível por forças externas.


PS: Olegário.

7 comentários:

Kiddo! disse...

No fundo, o problema dos sportiguistas é terem o coração dividido..

Diogo Maurício disse...

Sim confesso que tenho o coração dividido...metade verde e a outra metade branca

Kiddo! disse...

Diogo, citando esse monstro do futebol chamada Octávio Machado: "Vocês sabem do que falo...!"

Magro vai ao ataque disse...

Sim, o Olegário, o gajo mais caseiro do campeonato... O gajo que expulsou o Carlos Eduardo precisamente contra o Sporting na Taça da Liga, quando a 1ª falta foi feita pelo Danilo, e a 2ª falta foi igual a tantas outras feitas por jogadores do Sporting sem admoestação (ainda no meio campo do Sporting!). O gajo que expulsou o Castro na Taça com o Braga, eliminando o Porto. De facto, "P.S. Olegário"! É preciso ser mesmo muito otário para julgar que o Porto será beneficiado pelo Olegário (escolhi otário para rimar, mas até encaixa bem no teu caso).

B, andas a comer gelados com a testa!

Shiver disse...

Magro se ele come com a testa tú comes com o cú.

Se tens memoria para esses jogos todos que falas toma este que ficará na nossa memoria para sempre.
Vires aqui falar de roubos ao porto é ainda mais estupido que os posts do valdemar.....

http://videos.sapo.pt/zAVSzDuOCYVIU33nroVu

Tiago Ullman disse...

Parece que conseguimos fazer frente este ano, pelo menos uma vez, mas...
P.S. Duarte Gomes

Oh, ide com o caralho, pá. Vocês ainda não repararam que estão tão confusos, tão atolados na merda, que passam a puta do dia com posts a falar das conspirações percebidas pelos adeptos do Sporting? Isso é o quê, sentimento de culpa mascarado de piada parva? Foda-se, quem não deve, não teme, caralho.

pitons na boca disse...

"conspirações percebidas pelos adeptos do Sporting"

HAHAHAHHA

Muito bom. Das melhores que li nos últimos tempos.