09 novembro 2014

Tambores vs Benfica

Injusto.

Todos sabemos que esta deslocação é difícil, todos sabemos que são jogos a doer mesmo sem o Candeias, hoje não foi excepção e o Benfica sai com um resultado melhor do que merecia. Mas que seja assim em vez do contrário :)

O Talisca é um jogador incrível em potência, mas é tão óbvio que a 8 ainda está longe de poder ser lançado em jogos com tanta exposição defensiva. Ele tem mostrado uma intensidade a defender ao nível do Laurent Robert... Jesus, sei que achas que ele vai ser dos melhores 8 da Europa, eu até acredito que venha a ser, mas acho precoce trabalhar a posição em jogos destes.

A verdade é que pior a emenda que o soneto. O Samaris entrou para acalmar o jogo, e o jogo ficou no mínimo muito nervoso... E não me venham com as balelas de que ele não é 6, que é 8 ou 37... isso é merda... ele é médio-centro, jogou muitas vezes a 6 e a 8, treina deste Agosto a 6... Pah, tenham juízo! Ele tem falhas hoje que até se fosse Guarda-Redes era condenável...

Algumas Notas:

O fora-de-jogo mal assinalado ao Nacional, até do sofá se viu que não era fora-de-jogo. No entanto não é um golo mal anulado, quando o rapazito remata já o Júlio César estava a pedir uma bica.

O golo do Jonas, ninguém no país viu se é ou não fora-de-jogo... A SporTv bem tentou, mas com ou sem risquinhas ninguém viu se é ou não fora-de-jogo. Inocente até prova em contrário.

Júlio César - é mesmo bom... que continue sempre.

Jardel - a jogar como jogou hoje e no último jogo, dá 10-0 ao Lisandro que vimos no Benfica.

A. Almeida - antes ele que o Benito? Sim... mas não é suficiente naquela posição... a 6 até acho piada ao miúdo, à direita não me arrepia, mas ali é mesmo complicado. No último jogo portou-se bem, hoje foi difícil.

Enzo - a 6, a 8, a 10, a 15, até a Guarda-Redes ia ser dos nossos melhores. Jogador incrível, um dos mais inteligentes e o mais intenso. Para mim era para sempre, mas ao que parece é até Janeiro.

Salvio - Outro jogo "daqueles"... muita correria, muitas más decisões... e no melhor: marcou um golo, ia marcando outro e ainda fez uma boa quase assistência. Capaz do melhor e do pior, mas hoje esteve a balança muito inclinada para o lado mau. Como a equipa em geral.

Lima - Muito trabalho... nunca o poderemos acusar do contrário. Podemos dizer que falha golos, que decide mal, que tudo... mas a pressionar e a dar trabalho à defesa é o melhor. Mas isso não chega.

Jonas - Titular sempre. TUDO o que faz é com critério... o passe, o toque, o desvio, o remate, tudo... Façam o que quiserem naquela frente de ataque, mas tem de ser indiscutível.


Calem-me a merda daqueles tambores... É o jogo TODO naquilo... aposto que nem os adeptos do Nacional aguentam ou gostam daquilo... não há saco! Como é que sequer deixam que aquilo entre para as bancadas? Raios partam estas tradições...

5 comentários:

AL disse...

1) Falta aí uma referência ao Gaitán: por cada coisa boa que faz, faz outras 9 em que parece absolutamente acéfalo.

2) Continuamos a jogar mal, mal, mal, mal... Deu para ganhar, mas... era preciso outra qualidade e categoria, até para não dar azo às acusações de que estamos onde estamos ao «colinho».

3) A equipa anda rebentada, porque há jogadores que jogam sempre, estando bem ou mal... a que se acrescenta a falta de soluções pelo número de lesionados em determinadas posições.

Germano Bettencourt disse...

O Gaitan jogou? Não o vi!!!

Benfiquista Primário disse...

De acordo em relação a quase tudo. Mas em épocas anteriores, com planteis melhores e exibições superiores, foi frequente não ganharmos na Choupana...

bruno miguel bispo disse...

Piada do momento. Houve aí um que disse que não tão a ser levados ao colo lol lol

Benfiquista Primário disse...

Lembro-me de, nos primeiros anos, o Jesus ser criticado por ser demasiado romântico e privilegiar sempre o futebol espectáculo, o rolo compressor e a nota artística, em detrimento do pragmatismo resultadista. Agora é criticado por ser demasiado resultadista e não dar espectáculo...no ano passado, o pragmatismo deu bom resultado...e se há ano em que se justifica uma abordagem mais resultadista, é este - com o plantel que temos e lesões tão importantes como a de Fejsa, Ruben Amorim, Silvio e Eliseu...