20 janeiro 2015

Hélder Costa

Mais um puto a ser emprestado, pronto para continuar a dar tudo noutras paragens com a esperança de voltar e ser opção. 

"O SPORT LISBOA E BENFICA é a minha vida, não consigo imaginar a minha vida sem este clube, aliás, este mundo que é o mundo benfiquista. Não tenho palavras para agradecer a todos profissionais, todos os meus treinadores, todos os meus irmãos de balneários, que mais tarde tornaram-se irmãos para a vida, todos os que, de alguma forma colaboraram durante esses mais de 11 anos para que eu seja quem sou hoje!! 

É com um grande sentimento de tristeza que saio do clube do meu coração, porém levo um sorriso de canto de boca sabendo que irei para uma grande equipa, irei dar tudo o que tenho nesses meses, e podem ter a certeza, IREI VOLTAR MAIS POTENTE PARA O NOSSO MUNDO CHAMADO SPORT LISBOA E BENFICA!!!"

Coisa bonita isto de ser adepto/jogador.

Carrega Hélder! Cá te esperamos! 

6 comentários:

POC disse...

Que orgulho termos jogadores destes. Que orgulho.
Que volte depressa.

Zé de Fare disse...

parece a catequese... todos os emprestados agora saem com esta missa cantada...

todos menos os que disseram a verdade: o pastilhas é um cabrão.

mas o que interessa é que o petiz vai voltar mais potente... o marisco da coruña é um potenciador afrodisíaco. Não foi na coruña que o domingos se fodeu?

Benfiquista Primário disse...

Começo a suspeitar que este Zé de Fare é mais um benfiquista no armário, como o saudoso Diogo Maria. Mais. Nada explica está obsessão com o campeão nacional, que acompanha com tanta ou mais diligência que nós.

Zé, assume-te de uma vez, ainda faltam alguns sócios para os 300 000 (não muitos).

Enquanto ganhas coragem para te assumires, podias começar por ganhar coragem para responder aos comentários que te dirigem, em vez de fugir para o post seguinte, como costumas fazer.

De nada.

Benfiquista Primário disse...

* Mais nada

Roberto Rensenbrink disse...

O Zezé,

lamento que o Seixal não seja como a grande Academia Alcochete, que forma só notáveis que, mal podem, fogem da pocilga e nem olham para trás... e não voltam... exceto o Nani, que era desejado por meia Europa.

Zé de Fare disse...

la potencia del marisco coruñes... no hay abasto señores...

el maricon vendra potente!