05 fevereiro 2015

30 anos de exemplo

O Ronaldo hoje torna-se trintão, e gostava muito que desse uma palavrinha a alguns pseudo-craques que acham que o seu talento ultrapassa qualquer obrigatoriedade de trabalho. 

O Ronaldo desde puto que dizia que ia ser mais rápido que o Henry. Parecia impossível. Conseguiu.
O Ronaldo desde puto que dizia que ia ser o melhor do mundo. Parecia ainda mais difícil. Conseguiu... 3x... 

Reparem que ele não queria ser, ele dizia que ia ser... 

Ainda hoje é dos primeiros a chegar ao treino. 
Ainda hoje é dos últimos a sair do treino. 

Em miúdo ia para o ginásio treinar de noite, queria ficar maior, queria ficar mais forte, queria ser o mais rápido, queria ser o melhor. 

Isto é uma face da moeda, o trabalho aliado ao talento (não confundir com tá lento). A outra? A outra é quando um gajo tem a mania que por ter talento, já tem a vididnha feita e os comuns mortais que o rodeiam só têm de aceitar o seu talento, apostar no seu talento, sem rodeios, sem questionar e sem exigência. Gajos que de um dia para o outro acreditaram que iam ser os melhores e que isso chegava para a sua evolução natural... sem esforço.

O sucesso não vos vem cair ao colo... e quando chegar, a única forma de reagir é a do Ronaldo: trabalhar ainda mais. 

Parabéns Ronaldo, és um exemplo para todos, mostras ao mundo que não é por chegar ao teu patamar, que podemos relaxar e ficar num cantinho do treino a gozar esse mesmo sucesso. 

Venham mais 30! 

26 comentários:

Roberto Rensenbrink disse...

De acordo com o conteúdo do «post», incluindo as vírgulas, no que diz respeito ao objetivo e ao trabalho desenvolvido para lá chegar.

Quanto ao resto, ao extra..., não é exemplo de nada nem para ninguém.

Marco Mota disse...

O melhor jogador de todos os tempos! Por cá é a balela habitual, dor de corno típica de tuga como acima representada.

Carrega e venham mais 30!

Luis Santana da Silva disse...

É bom ver que existe reconhecimento de todos os quadrantes do futebol português.

Sim o Ronaldo é o melhor jogador do mundo (3x), senão o melhor de todos os tempos. Se ele é arrogante, pouco simpático e convencido. Isso não interessa, afinal de contas o que se aprecia é o futebol. Já o Messi ganhou o prémio de "Miss Simpatia", pelo menos 2 vezes.

SL e continuação de um bom trabalho.

B. disse...

Acho estéril discutir qual é o melhor... acho que nos temos que felicitar por ter a oportunidade de ver os 2 jogar... isso sim...

A minha opinião é que o Messi é o melhor que o Futebol já viu... sim, melhor que o Maradona... Mas é uma mera opinião que será sempre subjectiva e que nunca fará sentido ter...

Let's celebrate, o Futebol merece e nós também...que temos a oportunidade de ver ao mesmo tempo 2 animais destes.

Luis Santana da Silva disse...

Acho que um dia podemos dizer aos nossos filhos, netos, etc, que vimos os 2 melhores jogadores de todos os tempos a jogarem em simultâneo, e que foi um problema atribuir o título de de melhor do mundo, felizmente para quem aprecia futebol, durante vários anos consecutivos.

SL

Marco Mota disse...

"Quanto ao resto, ao extra..., não é exemplo de nada nem para ninguém."

Este deve ser daqueles que se ajoelha perante o os "exemplos" Figo e Messi extra-campo.

nonameslb disse...

Eusebio foi bem melhor que ele mas nao lhe desejo mal.Tenho inveja dele mas nao o critico,eu queria era ser jogador como ele e ter o dinheiro que ele tem.Em relacao a sua personalidade nao comento porque nunca o conheci.Mas o Eusebio foi bem melhor que ele.

Marco Mota disse...

A jogar contra sapateiros e pedreiros e com táticas 2-3-5 o CR já ia nos 10 000 golos

Michael Krueger disse...

Marco Mota, deves tar a confundir com os 5 violinos, nesse tempo é que sapateiros e pedreiros jogavam.
No tempo do Eusébio não havia carões e a sarrafada era o prato do dia.
Não podemos comparar gerações.
E se o Eusébio, Pelé, Bobby Moore, Garrincha, etc. tivessem nascido numa época em que a preparação fisica e tecnica é muitoooo mais evoluida, como seria?
Não deixes o teu lagartismo fazer-te passar por ignorante!

Obrigado e Saudações!

jose disse...

E o Eusebio com as condicoes que os jogadores hoje em dia tem, nao seria melhor ainda? Podes por ai tambem Charlton, Rumeningue, Yazalde, ou qualquer outro gajo de tempos idos. Nao se pode comparar

jose disse...

E o Eusebio com as condicoes que os jogadores hoje em dia tem, nao seria melhor ainda? Podes por ai tambem Charlton, Rumeningue, Yazalde, ou qualquer outro gajo de tempos idos. Nao se pode comparar

Unknown disse...

Parabéns Neymar!

http://www.zerozero.pt/jogador.php?id=54814&search=1&search_string=neymar&searchdb=1

Unknown disse...

Já agora...

http://8.fotos.web.sapo.io/i/Na214c87c/17991931_QnFZw.png

Roberto Rensenbrink disse...

Ó Marquito,

estás a ver-te ao espelho, pá? De idólatras está o Estiges cheio. Podes tirar o homem do meio que o (de)formou, mas não consegues tiro o meio de dentro dele.

Adiante...

Sobre ser o melhor do mundo e arredores, só uma perguntinha?

Algum de vocês viu jogar a malta antes, vá lá, dos anos 80? Por exemplo, eu assisti ao final do Eusébio, quando o gajo mal se podia ter já de pé, mas não aos anos 60 e ao início dos 70.

Quanto às bolas, salvo seja, alguém se deu ao cuidado de saber como é que aquilo era entregue nos anos 60?

O CR é um fantástico marcador de golos, atualmente; não tem ninguém que lhe chegue aos calcanhares. E, afinal, o objetivo da bola é marcar golos e ganhar. Mas parou por aí, porque já não parte para duelos individuais, por exemplo. Para isso, há Di Maria, ou havia, Bale, James, Isco, etc., etc., etc.

Para mim, o melhor que vi jogar foi Maradona. O resto é conversa de sportinguista para encher o ego. E opiniões são como as vaginas: cada um fica com a sua (os que gostam, claro, pois há quem goste de ajoelhar). Vade retro, Belzebu!

Marco Mota disse...

Para mim o extra futebol dos jogadores pouco me interessa, mas é interessante ver quem se referiu a isso falar em Maradonas ahah.. Quando o Maradona fizer 1 década sempre no tempo conversamos e já agora manter-se num clube de topo porque nem isso conseguiu, mas mais importante que tudo jogar sem doping. Com coca se calhar também eu era o melhor de sempre

Roberto Rensenbrink disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Roberto Rensenbrink disse...

É pá, a mim até interessa, exatamente pela questão dos «idólatras».

Quanto ao mais, relê (se tiveres pachorra para isso) a minha primeira douta intervenção. Creio não ser difícil de entender, mas tu querias marrar e decidiste que os teus curros eram aquela minha frase.

Há gajos que, além de terem uma redação que raia a iliteracia funcional, também na leitura não «descolam». 'Da-se!

Marco Mota disse...

Tanto texto e não diz nada...
Quanto ao Maradona desconfio que ao longo da carreira dele tenhas visto menos de 10 jogos.. ou viste em em site? lol

E quanto ao CR deves der daqueles que não vêm os jogos e só vêm os golos, mas todo o santo jogo lá estão eles a ver o slb, scp e portos, esses jogões.

Siga o baile, ser português incomoda muita gente

Kiddo! disse...

O Ronaldo faz anos?!
Mais um título para o Sporting!

Roberto Rensenbrink disse...

Os jogos vêm(-se)?

Os golos também vêm(-se)?

Numa coisa te dou razão: vir(-se) é com o homem!

De facto, tu seres português incomoda todos aqueles que prezam a língua e a escrita... e, já agora, o espírito crítico e a capacidade argumentativa.

Podemos ficar por aqui nas nossas desavenças, ou vamos continuar a enxamear o «post» com a nossa ignorância?

Benfiquista Primário disse...

LOL

Pois é, da produtora de humor do Lumiar vem tudo, só não vêm títulos de campeão de futebol. Só os lagartos é que não vêem - e eu quase me venho, de tanto vir aqui ver o que só eles não vêem.

Benfiquista Primário disse...

Lololol

A bug's life disse...

Foda-se que já me vim!

A bug's life disse...

Foda-se que já me vim!

Benfiquista Primário disse...

:) :) :)

Fazer rir consócios e irritar lagartos - check.

Sentinela um Estremecer disse...

O segundo melhor da actualidade merece os parabéns pela entrega e dedicação à profissão.
De resto, o azeite vem sempre ao de cima, é como diz o Roberto ali em cima: fora de campo não é propriamente exemplo para ninguém.

Parabéns, Neymar.