10 fevereiro 2015

Os idiotas das faixas e o rei da comédia - o kim jong gordo

Os adeptos do Benfica que sequer tocaram na faixa do very light, são uns anormais... só pode... não vejo qualquer outra justificação... ou são uns anormais ou não faziam puto de ideia o que estava lá escrito. 

Os adeptos do Sporting que pegaram na faixa do King ou dos que vieram da Croácia, são uns anormais... só pode... ou são uns anormais ou não faziam puto de ideia o que estava lá escrito. 

Os clubes podem e devem censurar publicamente estas bestas. Isto não é um ou outro clube, isto não é Futebol, isto não é nada... 

No entanto, nenhum veio censurar... o que veio, foi o pateta do habitual "vou sacudir a água do capote por maus resultados desportivos, com comunicados", dizer que o Benfica é o mau da fita por não ter feito o que a presidência dele também não fez. 

Não me cabe na cabeça isto, é como ter a Odete Santos a vir mandar vir porque uma gaja do CDS não cuida da imagem! É descabido! 

Mas pára tudo... TUDO! 

Os Comédia à lá Carte empatam em casa com o Benfica depois de olés e depois de já estarem a caminho do Marquês... com esse empate mantém a distância para o líder e campeão em título, vantagem essa de 7 pontos. 

Quantos pontos tem o comunicado do gordo idiota? :) sim... SIM!!! 7!!!!

O idiota foi fazer um comunicado depois daquele jogo, com SETE pontos... 

Ahahahahahaahah se esta merda não é melhor que a Guerra do Raul Solnado, o que será...?

30 comentários:

Zé de Fare disse...

o unico idiota é o corneteiro do glórias que foi botar a piada do ano quando 3 meses antes andou a pedir de joelhos aos rapazes sem nome pra não mandarem petardos...

o glórias está na jarra nas provas europeias, ao mínimo desacato vão fazer companhia ao steaua de bucareste nos jogos à porta fechada. E podem dizer adeus à bufunfa da champions.

Ricardo disse...

Falaste na Champions Zé? Hahahahhahahahaha

Zé de Fare disse...

oi?

por acaso já receste o dinheiro deste ano? vê lá bem se recebeste... a prova pode ter terminado pra uns mas ainda não terminou pra outros.

Roberto Rensenbrink disse...

O único idiota aqui é o Zezé...

Quanto ao mais, o Vieira, o Pinto e o Bafo de Onça, entre outros, são uns hipócritas e cínicos.

101% de acordo com a postadela.

E mais: isto acaba no dia em que as direções dos clubes quiserem que acabe. «Elas» sabem quem são esses anormais e é só identificá-los, impedi-los de acessarem às instalações do clube em primeiro instância e entregá-los às autoridades. PORQUE (sim, não se inicia uma frase com uma conjunção causal!) esses animais não podem entrar num recinto desportivo. DE TODAS AS CORES!

O Vieira foi um bardamerda porque ficou calado, quando deveria ter vindo a terreiro, de imediato, demarcar-se das baboseiras.

O Bafo de Onça é um hipócrita ainda maior, pois vem apontar o dedo aos outros, sem ter a ombridade de se referir às merdas que os adeptos do seu clube igualmente praticaram.

Em suma, eles estão bem uns para os outros, como os animais das claques das diferentes cores estão bem uns para os outros.

Já o adepto comum e que só quer ir ver e vibrar com um espetáculo desportivo é a vítima destas pazadas de merda.

Por último, Bafo de Onça começa a ser monótono nesta sua mania de comunicar para os seus adeptos e sócios, vomitando o que eles querem ouvir, ou o que ele julga que querem ouvir.

Vieira ainda tem margem para emendar a mão (suja) pelo Gabriel, assumindo uma postura diferenciada e, de facto, nova no contexto do desporto nacional. Duvido, porém, que o faça.

Jon D. disse...

Esta merda é um assunto demasiado sério para se discutir num blog supostamente humorístico.
A faixa e os cânticos (se os houve) não são de mau gosto, estão para lá disso. Referem-se a um crime. Podemos gozar com o Eusebio, com o Damas, o raio que parta, que eram bebados e mais não sei o quê, mas aquilo é a apologia de um crime. E o presidente do Benfica estava lá, viu, ouviu e nada fez. Ah... a claque nada tem a ver com o Benfica, é isso.
Durante o jogo, dizem que foi lançado um very-light para uma zona com adeptos. Tal como no Jamor. Claro que, como diria o outro, não houve dolo. Se/quando morrer alguém, lá iremos discutir se é homicídio, homicídio involuntário, enfim, definir a moldura penal... de pouco servirá à viúva e aos órfãos.
Sério... gozem com a voz de bagaço do Bruno de Carvalho, com os 6-3, com o tanaka, mas deixem este assunto sossegado. É demasiado triste e sério para ser usado assim.

A bug's life disse...

Aquilo não era um very light(como o burro do teu presidente quer fazer que seja)...não sejas burro também!

Benfiquista Primário disse...

Provavelmente o melhor post de sempre...não tenho nada a acrescentar que o Roberto e o Jon D não tenham acrescentado.

Tiago disse...

Comparar uma faixa que diz "Matem-se" com outra que diz "Vamos matar-vos" é estúpido.
Comparar a morte duma pessoa idosa devido ao seu alcoolismo com um assassinato é estúpido.
Mas continuem a achar que é a mesma coisa, porque se começarem a usar a cabeça para pensar ainda deixam de ser lampiões.

Sérgio disse...

um lampião será sempre um lampião como aqui muito bem fica esplanado!

Festejarem o golo da vitória ... desculpem do empate com o lançamento de tochas petardos e cadeiras para uma área de sócios (não dos anormais da claque do SCP) não é nada demais afinal de contas são uma claque ... sinónimo de anormalidade!

Triste é ver gente que se acha inteligente tentar recorrer a comparações para desculpabilizar o que se passou que poderia ter sido muito grave e ter se alastrado a outras zonas do estádio onde haviam muitos benfiquistas que pacificamente (e efusivamente) festejavam com todo direito o golo da sua equipa estes sim adeptos de futebol.

Como fica constatado os anormais da claque do SLB têm anormais ao nivel da sua direção... o folcore é que é de baixo nivel!

Benfiquista Primário disse...

Tiago, acabaste de mostrar a principal razão pela qual vocês não ganham nada: a vitimização sistemática e a incapacidade de auto-crítica. Nunca são beneficiados pela arbitragem, os ultras são uns cavalheiros, os camisas negras uns pacifistas discípulos de Gandhi...

Siga a comédia involuntária, está para durar, graças a Deus, à Gazprom e ao Kim Jong Gordo.

Tiago disse...

Qual incapacidade de auto-crítica?
As faixas das claques do Sporting são estúpidas e foram feitas por gente estúpida. Agora comparar uma faixa a dizer "Matem-se" com outra a celebrar um HOMICÍDIO não é propriamente a mesma coisa. E se achas que é a mesma coisa, a ti é que falta (além de cérebro), alguma capacidade de auto-crítica.

Diogo Costa disse...

"Os adeptos do Benfica que sequer tocaram na faixa do very light, são uns anormais... só pode... não vejo qualquer outra justificação... ou são uns anormais ou não faziam puto de ideia o que estava lá escrito.

Os adeptos do Sporting que pegaram na faixa do King ou dos que vieram da Croácia, são uns anormais... só pode... ou são uns anormais ou não faziam puto de ideia o que estava lá escrito. "

Porque, apesar de tudo, não chorar necessariamente a morte do Eusébio (ou até mesmo desejá-la), é o mesmo que tentar criar dano em adeptos adversários, 18 anos depois daquilo a que o vosso Benfica, legitimado por anedotas destas, como a deste post, apelida de folclore.
E ao de cima, que tudo faz para colar o rótulo de pulha aos três dirigentes, lembrar talvez que apenas dois deles estão indiciados por crimes. Se isto não é sonsice, não sei o que será. Percebam uma coisa: isto já não é desporto. Isto é doentio e sinistro. E ver pessoas, de uma forma subliminar, alegando retaliação, justificar uma tarja, com a tentativa declarada de criar dano físico a alguém, é não só deplorável, como assustador. Continua, gordo.

E para aqueles que abordam o tema Bruno de Carvalho com a mesma facilidade com que acabam por inocentar os outros dois, lembrar que dois deles têm por hábito perseguir, pelo que são os predadores. O outro muda de casa consoante a ameaça de morte à família.

Ao gordo deixo só a seguinte pergunta: que outro clube pode ter nos seus adeptos tal complexo de estupidez e de inferioridade, que acabem, década sim, década não, a perpetrar crimes contra adeptos adversários, de um clube que dizem desprezar pela sua pequenez e insignificância? Afinal em que ficamos? Não serão estes gestos a forma mais óbvia de incapacidade de aceitar a existência do outro? Que força é essa que os faz olhar para os dois casos com a mesma leviandade com que se olha para uma limpeza racial (porque é disso que se trata naqueles tshirts) como retaliação justificável ao direito que nos assiste, a cada um, de dizer o que pensa do Eusébio? Por algum acaso, não estamos a falar deste homem? https://www.youtube.com/watch?v=q6RcRvVPnU0
E por algum acaso, este homem morreu de algo que não uma morte natural? Foi provocada, como aquela do cidadão, adepto e sportinguista Rui Mendes? Foi premeditada, como a acção deste domingo último? Tenham alguma vergonha, por favor.
E mais: para que não me acusem de facção, dizer-vos só que para mim Coluna é o significado maior de um desporto mais saudável. Pela postura e por tudo o que realmente significou. Sou do Sporting, com um orgulho imenso, e olho para tipos como o Toni, por exemplo, e vejo um desporto capaz. Mas depois olho para este post e até me arrepio com a forma declarada como se reduz isto ao "pimenta no cu dos outros é refresco". Já fui.

Alberto disse...

Mais um ano, a choradeira do costume. BdC está-se completamente a marimbar pa puta da faixa. Foi simplesmente uma forma de não se falar mais do jogo, continuar o folclore e ninguém estar interessado do Sporting, mais uma vez, estar praticamente afastado do título a meio do campeonato.

Agora criar aquela linha moral imaginária que permite que se aceite que se goze num caso e não no outro é que já me deixa bastante confuso.

Roberto Rensenbrink disse...

Responder a Tiagos e Bostas é tempo perdido.

Na sua sanha tresloucada, nem leem o que os outros escrevem, isto é, não percebem o conteúdo da mensagem.

Tiagos e Bostas não percebem o que está aqui em causa e continuam a latir de dentro das suas trincheiras. Aqui não há «nós» e «vós» como durante os 90 minutos do pontapé na bola.

Com gente assim, qualquer comunicação é tempo desperdiçado.

Já dei para o peditório deles.

Joao disse...

Enquanto os clubes continuarem a apoiar estes mentecaptos a história será sempre a mesma...

Aos dirigentes interessa ter à mão este "braço-armado", seja para intimidar adversários, seja para intimidar os próprios jogadores/treinadores...

Nesta situação nenhum dos clubes poderá ficar satisfeito com a actuação das suas claques mas se querem realmente fazer alguma coisa basta endereçar o valor da multa às respectivas claques. A partir do momento em que sair do bolso deles provavelmente da próxima vez terão um bocadinho mais de bom senso...




Benfiquista Primário disse...

Oh comediante involuntário, vou apelar ao meu lado cristão e ser caridoso contigo: explicar mais uma vez, agora com menos ironia e hipérbole.

Põe o neurónio a aquecer antes de leres a minha resposta.

Ambas as faixas são sinistras e INACEITÁVEIS. Até admito que a do very light é ainda pior que a dos comediantes involuntários, mas esse não é o ponto: o ponto é que não se pode graduar o INACEITÁVEL em razoavelmente inaceitável, muito inaceitável ou muito mas mesmo muito inaceitável. Ou é inaceitável ou não é. Trata-se de um conceito absoluto porque vem de valores humanos e civilizacionais que estão a montante do futebol - não se pode relativizar consoante a cor clubística. Ponto.

Senão vamos fazer rankings de inaceitável com uma faixa versus a outra, o incêndio de um sector do Estádio da Luz versus o que os mitras da claque do Benfica atiraram no domingo, camisas negras a espalhar o terror versus não sei o quê...

Espero que o aquecimento prévio do neurónio te tenha ajudado a compreender. De qualquer forma, prometo não te responder mais, pelo menos responder a sério. Não posso prometer que não vou responder a gozar.

Jon D. disse...

Ponto prévio: desde quando não posso gozar, insultar ou desprezar o Eusébio? Agora o King foi elevado a bandeira nacional e eu não sabia? É uma pessoa como outra qualquer, vale tanto como o Passos Coelho (que todo o tuga chama de cab### pra cima) ou o senhor Ze da farmácia. É um símbolo do Benfica, da Selecção, de Portugal, mas vale o que vale. O Salazar também é o Maior de Sempre, e há quem lhe chame nomes.
A faixa do VL vai para lá disso. Como disse, é a apologia de um crime. Orgulho num assassinato.
E sim, há diferenças nas faixas. É diferente eu dizer que quero que o Cavaco vá pro ca$% que o %&/%, de dizer que ele se havia de cruzar amanhã com o Buiça.

Benfiquista Primário disse...

O Sporting vai cortar relações com o Seixal por ter ultrapassado Alcochete.

O Sporting vai cortar relações com a Coreia do Norte por plágio presidencial.

O Sporting vai cortar relações com os pavilhões do Benfica por existirem.

O Sporting vai cortar relações com a realidade por insistir em impôr-se.

Redceltic disse...

Podes gozar quem quiseres. Não somos todos charlie? Gozar com tudo e todos é mesmo isso? Matar é outra coisa. Se há anedotas sobre as vitimas de entre os rios e as vitimas das twin towers tb ha naturalmente sobre o Eusébio e sobre um adepto infelizmente morto num estádio de futebol. Agora esse gozo fica na consciência de cada um. Fingires que os do sporting não gozaram tanto como os do benfica é que te fica mal.

Jon D. disse...

Acho que há diferenças.
A tarja do Porto, com o andor, ofendeu os benfiquistas porque estava lá o Eusebio. Podia estar lá o Eusebio, ou a Nossa Senhora de Fatima, ou o JCristo. Era uma piada, no entanto vi e ouvi benfiquistas ofendidos, a pedirem desculpas formais, a dizer que com quem está morto não se brinca (não devem fazer piadas com o Salazar ou com o Cunhal), e agora, perante a comemoração de um crime... eh pa, mas eles fizeram também.
Ao Benfica bastava um reles comunicado (sim, sei que não gostam disso, é mais dvds e invasões de estúdios de tv) a dizer que se demarcavam, bla bla, cliches, e tiravam toda a razão ao Sporting. Preferiram falar em folclore. Folclore, que eu saiba, mete instrumentos musicais, não pirotécnicos.

João Pedro disse...

E a faixa sobre o "que vinha da Croácia" é o quê? Por favor, não queriam dar a ideia que só nas claques do Benfica há anormais e marginais (que os há): que eu saiba, houve muito quem tenha gozado com o incêndio que provocaram na Luz. Não matou ninguém? Felizmente. O very light do Jamor também podia ter acabado sem quaisquer consequências. Mas tanto os incendiários como o Hugo Inácio são feitos exactamente da mesma massa. Isso para não falar dos analfabrutos que apedrejaram o médico domingos Gomes que estava a socorrer os tipos da claque que caíram da varandim quando estavam a insultar a camioneta do FCP. Essa, então, ultrapassou-me pela selvajaria e pela demência.

Kiddo! disse...

Segundo li aqui, desejar a morte do Eusébio (porque era bêbado ou o caralho) não é grave! Grave é desejar a morte a adeptos... Há sportinguistas mesmo fodidos da cabeça!

A bug's life disse...

Lagartos-at.Madrid. Pedras da calçada a voar em frente ao Lidl. Se algumas delas tivess acertado em cheio na cabeça de alguns espanhóis, quantos teriam morrido? As pedras atiraram mesmo para acertado, o very light deve ter sido estilo "vamos lá ver onde é que esta merda chega! Txiii cum Caetano! Chegou ao outro lado! Foda-se estou fodido!". Por isso não atirem pedras porque têm telhados de vidro

A bug's life disse...

Vi isto na tasca ao lado:

https://lh5.googleusercontent.com/-8-7mNt2Cryc/VNubyxum-FI/AAAAAAAAA0E/8yFlpNwVtDA/s640/blogger-image-916320426.jpg

A faixa do VL96 foi uma resposta directa a uma provocação igual dos lagartos. Nenhuma é aceitável, mas assim se vê que os lagartos sao hipócritas

Alberto disse...

A faixa nao tinha nada de gozo com o Eusébio. Fingir que a faixa era isso é bastante hipócrita.

Sentinela um Estremecer disse...

É verdade. A faixa "só" desejava a morte de todos os benfiquistas.
É como a faixa do VL96, podia referir-se a qualquer very light que tenha sido disparado em alto mar, no ano de 1996. Os lagartos é que aproveitaram-se para se fazer de vitimas mais uma vez... certo?

Será que hipocrisia é condenar o comportamento de outros, sem condenar comportamentos identicos dos nossos? Façam um comunicado sobre a definição de "hipocrisia", para a malta saber por que traços voces se guiam.

Romel Alexandre disse...

E tu macaco primário há muito tempo que cortaste com o teu cérebro

Benfiquista Primário disse...

Romel, tenta ser ainda mais elaborado e ainda mais inteligente. Acho piada a gajos com sentido de humor, que respondem com subtileza e fina ironia! Não tem tanta piada como o teu nome, é certo, mas mesmo assim não está nada mal. Obrigado, Romel. Quando for grande, quero ter um cérebro como o teu, Romel. Volta sempre, Romel. Mas não mudes de nome, Romel. Sobretudo, nunca mudes de nome, Romel. Combina tão bem com o sportinguismo, Romel. E pronto, Romel, por agora é tudo. Não repito mais o teu nome, Romel.

Benfiquista Primário disse...

Hipocrisia?!? O estremecer que sentiste nela ainda te deve estar a perturbar o discernimento. Então se o resultado do derby dos artefactos pirotécnicos foi Virgens Ofendidas do Lumiar, 22 petardos, 5 potes de fumo e 7 tochas - Campeão Nacional, 16 petardos, 1 pote de fumo e 4 tochas??? Onde é que está a hipocrisia?

O problema das Virgens Ofendidas do Lumiar é sempre este: a realidade, que não há forma de deixar de os atrapalhar.

Pelo menos houve um derby que ganharam, para variar.

Alberto disse...

JG diz tudo:

http://redpass.blogs.sapo.pt/aprendam-a-dizer-benfica-856312