13 abril 2015

Os Benfiquistas?

“É uma vergonha que os jogadores que têm um pré-acordo com o Benfica não participem neste jogo. O caso do Dálcio, por exemplo, não faz sentido pois foi criado no Restelo e nunca teve qualquer ligação ao Benfica. (...) Os benfiquistas deviam ter vergonha desta situação."

Isto foi dito pelo Ramos Lopes, ex-Presidente do Belém.

Nem sei o que vai acontecer, mas pelo estado viral de gastroentrites no nosso Futebol, cheira-me que uma série de jogadores do Belém têm uma doença qualquer marcada para Sábado... tivessem marcado o jogo para outro dia, não olham para as agendas dos jogadores...

Voltando ao tema, porque é que deviam ser os benfiquistas a ter vergonha? O presidente do Belém aceita estas alhadas como se fosse puxado por uma trela, cede a tudo, deixa-se comer e enganar os seus adeptos, deixa que estas merdas aconteçam, e claro que nós, adeptos do Benfica, devíamos ter vergonha, não eles! 

Eu tenho vergonha do estado geral do nosso Futebol que não arranja forma de evitar estas merdas... isso sim! Seja com o Benfica ou seja com quem for, é uma estupidez... um jogador emprestado não poder jogar devia ser regra (como em muitos países), porque assim não há cá merdas de ter feito isto ou aquilo de propósito... Não se arrisca nada... Mas gajos que nem do clube são?? Haver a hipótese de se contornar a regra, que ninguém sabe muito bem qual é, é por si só uma prova da merda de blindagem que as mesmas têm ao serem criadas, ainda para mais com presidentes destes em clubes mais pequenos que deixam tudo. E repito: para já nem sei o que vai acontecer, falo só do que já aconteceu em diversos campos.

Nota: e foi este gajo que correu com o Treinador milagroso que tinha porque se davam mal... eu sei que o patrão pode tudo e ganha sempre os braços de ferro, é assim em todo o lado, espero que para isto não devam ser também os Benfiquistas a ter vergonha...

48 comentários:

Jorge Alemão disse...

È quase como se o Benfica B participasse na 1ª divisão

A liga não faz nada então porque apoiaram a merda de presidente que lá está ?

O Benfica como instituição centenaria e representante de mais de metade dos adeptos nacionais - devia dar o exemplo e afinal é um dos principais prevaricadores

Desvirtua a verdade desportiva e o facto de haver presidentes de clubes pequenos dispostos a abrir-vos as pernas, não desculpa, de todo o comportamento do vosso presidente

jose disse...

Quais clubes pequenos a abrirnos as pernas?

N. disse...

Benfica 1-1 Estoril - aquele jogo antes da chaturada do Kelvin que ajoelhou o JJ. Sim, aquele jogo em que o Jefferson marcou com uma grande ajuda do Artur. Sim, aquele jogo em que o Carlos Martins foi expulso e crucificado. Sim, aquele jogo em que o Steven Vitória salva em cima da linha o que seria o segundo golo do Benfica. Sim, aquele Steven Vitória que estava em fim de contrato e já tinha assinado pelo Benfica para a época seguinte. Sim, aquele Steven Vitória que agora está algures perdido na MLS...

Quem disse...

Hipócrita.
Não preciso que apeles à minha consciência para saber o que é errado.
Não sou eu que tenho um troféu de campeão oferecido pelo Manaca.
Ou que proíbi o Nuno Reis e o Celsinho de jogar.
Olha para ti, falido, a competir graças a perdões de dívida, com expedientes múltiplos desde calotes a fundos e a ex-jogadores, passando por obrigar adversários a pagar despesas de alojamento do vossa equipa B porque lhes fazem chantagem quanto à hora do jogo.

isso agora... disse...

também devias ter vergonha de nao saber ler e em consequencia escreveres a palermice que escreveste.
mas já sabemos, é pedir muito

Mr. Shankly disse...

"Voltando ao tema, porque é que deviam ser os benfiquistas a ter vergonha?"

Os do Belém também deviam ter vergonha. Mas nós também. Eu tenho.

João Cardoso disse...

Gostei que omitissem uma parte do tecto para dizer que não são os Benfiquistas que deviam ter vergonha. Mas aqui vai: "Se eu mandasse, isto nunca aconteceria pois não permitiria que alguém colocasse em causa a dignidade do Belenenses.”"
Ele também critica a Direcção do Belenenses por se vender ao Vieira por meia dúzia de tostões.

João Cardoso disse...

texto*

Kiddo! disse...

Não vi ninguém indignado há dois anos atrás quando o Porto foi jogar a Paços de Ferreira e acabaram todos aos beijos no final do jogo, embora o Paços tenha sido escandalosamente prejudicados e o jogo fosse decisivo para a conquista do campeonato!!!
Se há alguém que tem que tomar uma posição é a Liga, para deixar de permitir que jogadores emprestados possam disputar jogos contra os clubes detentores dos seus passes!
Quanto ao caso Miguel Rosa, é de facto vergonhoso (e na minha opinião ilegal) que um jogador sem ligações ao Benfica seja "impedido" de alguma forma de disputar os jogos...

N.T. disse...

Mas já saíu a convocatória para se saber quem fica de fora?
Como é que ele sabe que o Dálcio não vai jogar?

Unknown disse...

Mais grave é haver equipas que contra uns até "comem a relva" e "afiam os pitons nos postes" e contra outros são mansinhos como bezerros.

http://www.zerozero.pt/jogo.php?id=3597369

http://www.zerozero.pt/jogo.php?id=3597388

Quem disse...

...alguém se lembra das cláusulas que o sportem introduz quando vende um jogador? Deixa de ser o dono dos direitos desportivos, mas proíbe o jogador de regressar a Portugal para jogar no Benfica ou nos corruptos. Isso é legal?
Nunca os vi desconfortáveis com esse tema na mesma medida em que nós somos contra estes arranjinhos do Vieira.

Diogo Costa disse...

À consideração do amigo sem identidade.

- Wilson Eduardo. Época 2011 ou 2012. Primeiro jogo em Alvalade. Emprestado pelo Sporting ao Olhanense, Wilson Eduardo faz o golo do empate. Um golão.

- Final da taça de Portugal de 2012/2013. Adrien e Cédric, ambos emprestados pelo Sporting, são os homens do jogo e da final, com Marinho, ex-atleta do clube verde-e-branco a marcar o único golo da partida.

- Iuri Medeiros. Arouca, temporada 2014/2015. Com o Sporting a vencer por 1-2, Pedro Emanuel lança o criativo emprestado pelo Sporting, na última meia hora de jogo. O Sporting faz a seguir o 1-3, mas o Arouca vinha encostando o Sporting, num jogo em que, tal como contra o Nacional na Madeira, totaliza os dois jogos em que o Sporting foi beneficiado pelo arbitragem este ano.

- Temporada 2013/2014. Ainda próximos do Benfica, jogamos em Setúbal, contra o clube de João Mário, provavelmente o melhor jogador da partida. Empate, com a simpatia de Vasco Santos.

- Quanto ao Nuno Reis: http://www.maisfutebol.iol.pt/olhanense-nuno-reis-de-fora-por-opcao-diz-o-presidente

De facto, faz sentido que uma Sporting tenha accionado qualquer coisa no caso de um defesa central, mas não o tenha feito no caso de atacantes. Sim, faz um sentido de doidas.

Quanto ao Celsinho. Quem é o Celsinho? Em que clube teria mesmo lugar o Celsinho? Vamos ser sérios.

Mas é isto. Sporting, por algum motivo, é chamado aqui ao baile, mas nos últimos anos leva bons golos de atletas ligados à casa, golos esses que acabam inclusive por custar taças. Se por mim está bom assim? Que remédio. São emprestados e só têm de jogar contra os clubes que prescindem dos seus serviços. Tão simples como isto.
Já em relação ao Miguel Rosa, o caso é tão bicudo, que nem sei como descrevê-lo. Já está na lógica da incredulidade.

Portanto, larguem lá o Sporting e zanguem-se com a outra nádega. Afinal de contas, não percebo tanta indignação. A comadre só faz aquilo que a sua semelhante faz.

Bom 25 de Abril. Venceremos.

Roberto Rensenbrink disse...

Bom, o Celsinho, aparentemente, teria lugar no Sporting, logo...

Exemplos bons e maus há em todos os clubes, ó Bosta. O Nuno Gomes, por exemplo, para juntar aos já aduzidos, conduziu o Boavista a uma vitória na Taça quando já tinha contrato com o Benfica.

Com tanta referências às nádegas, só se pode concluir que os lagartos são todos panascas... É nádegas para cima, nádegas para baixo... Façam-se homens, crlho, e dediquem-se às mulheres. De curtas ofendidas estamos todos cheios, assim como «clubes diferentes».

Quanto à matéria em questão, para mim, só não deveriam jogar os atletas emprestados a um clube cujos vencimentos continuassem a ser suportados, no todo ou em parte, pelo «clube mãe». O resto joga tudo e ou o jogador é íntegro, ou é um merdas.

O que mais aturdido me deixa é o facto de alguns jogadores emprestados jogarem contra o clube que detém o passe e outros não.

Não querendo misturar alhos com bugalhos, é bem vista a chamada de atenção para as cláusulas introduzidas pelo Sporting nos passes que transfere. Neste caso, a lagartada concordará que é um grande ato de gestão. Eu considero que é um ato de peidosos e ilegal, pois pretende condicionar o exercício profissional de quem já não tem contrato consigo.

Diogo Costa disse...

Roberto, para simplificar um pouco as coisas, e assumindo o mesmo tipo de postura, pergunto-lhe: já escreveu hoje? Já fez terrorismo poético? Já saiu dessa triste caixa em que vive? Cumprimentos. Parei cedo de ler o que escreveu. Talvez aí em panasca. Define-o bem. Deve ter uns 60 aninhos, fechado em casa, corpo mole e fodido da idade, com aqueles trejeitos da outra senhora em cada fio de cabelo!
Boa sorte. Ah, e lembre-se sempre que, a cada caralhada e a cada sinal da pessoa de merda que é, vai receber a resposta. Qual era mesmo o seu site manhoso? Nojento. O seu pai, sportinguista, dá voltas onde quer que esteja.

P.S. Consta que o Celsinho serviu para o Sporting. Pena ter feito para aí, vá lá, um jogo. Agora imagina se não tivesse servido. Passar bem, beata.

Kiddo! disse...

Mais uma vez os sportinguistas vêm com o discurso do "clube diferente"... Essa conversa já mete nojo caralho!

Roberto Rensenbrink disse...

Já li e escrevi, Bosta. E dado que revelas tanto interesse, uma recensão crítica ao mais recente livro do engenheiro agrónimo Pedro Rabaçal, sobre uma temática histórica. Vê lá os caminhos que a malta «out of the box» trilha.

Panasquices à parte, já te disse uma vez: larga o espelho. Se continuar a encontrar humoristas do teu calibre, é provável que não chegue aos 60, mas há que ter em fé, pois ainda faltam um bom pedaço. Assim sendo, também como pitonisa és fraco. Poderia fazer igualmente alusões ao(s) teu(s) progenitor(es), mas não vou descer à cloaca, qual Vítor Hugo em Paris.

Sítios manhosos, para não estarmos aqui com «manias» parolas e provincianas, reveladoras de um cosmopolitismo forçado e bacoco, que o Eça demoliu há quase cinquenta anos, pelos referenciais que por aqui desfias, deve ser o teu kaloskaikagathos.

Quanto ao mais, só um / uma para reconhecer outro / outra, ou o efeito Caravaggio? Há cerca de 800 anos, enquanto um soldado romano se preparava para decapitar uma estátua de Serápis, a multidão de pagãos, aterrorizada, discutia se a efígie era de metal ou se o metal era da efígie. Qual não foi a surpresa de todos quando, rebolando já a cabeça pelo chão, assistiram à saída de inúmeros ratos da estátua, afinal oca e sustentada por armações. Quantos terão compreendido naquele exato momento que passaram grande parte das suas vidas a venerar, literalmente, um ninho de ratos? Nojento, sim senhor.

Diogo Costa disse...

Caro Pedro/Roberto:
Foi bom passar a saber para quem falo. Perdi 10 minutos do meu tempo, e deixe que lhe diga:
1- A coisa de medir pilinhas, não é mesmo nada a minha praia. Cada um faz aquilo que gosta e consegue aquilo que é possível.
2- Tenho menos 15 ou menos 16 anos que o senhor. Fala-me num livro, que será o terceiro, e pergunto-me se é isso que tem para mostrar. 3 coisas, mais um apanhado de fotos numa sala saloia, e o mundo é nosso? Força nisso.
3- O senhor está cheio de si. Isso é grave e pode ser um problema. Não é preciso estar na área da saúde para juntar os sinais e perceber com quem lidamos.
4 - Juntando os pontos 2 e 3, é com algum embaraço que me vejo envolvido neste tipo de discussão consigo. É simplesmente triste juntar as peças que aqui vai deixando.
5 - Tentar ao máximo reproduzir e replicar coisas que vais apanhando nos livros que lês, tem duas leituras: 1)muita falta de confiança; 2)a ideia de que passámos a barreira, quando mais não somos do que um homem vulgaríssimo. Já aqui apanhei uma referência sua, completamente tirada do contexto, creio que sobre Heidegger, e isso chegou-me para traçar a peça, tal como fiz nesse mesmo dia. Com 50 anos (?), estás naquela maturidade dos 20, quando saímos das aulas e apanhamos uma página marada e certeira de um livro que o professor mais fixe do grupo de teatro mandou ler. Só que, foda-se, não há espírito que aguente isto aos 30, quanto mais nos teus 50. Lame versão 2006 meets conversas de biblioteca. Atina-te, homem, e menos conversa.

Jorge Alemão disse...

A noticia e o post são sobre o Benfica e o Belenenses, nada sobre o Sporting

Se é criticavel a posição de Benfica e Belenenses - isso não quer dizer só por si que o Sporting esteja a cima de qualquer critica ou que é um clube diferente

Aliás não gosto muito dessa designação, porque está ligada a uma certa forma elitista de ser e o Sporting, clube com mais de 3Milhões de adeptos espalhados por Portugal, comunidades de imigrantes e paises africanos é tudo menos um clube elitista

Agora o que eu não percebo é a comparação entre isto e as clausulas que o Sporting coloca na venda de jogadores

Não tem nada a ver - a começar pelo facto de umas serem Clausulas contratuais, feitas às claras, assinadas por dois clubes e com conhecimento publico e as outras serem feitas por debaixo da mesa

Para além disso que comparação pode ter uma situação em que um clube compra o direito a escolher os convocados de outro clube e uma situação em que se coloca um preço elevado para clubes rivais o contratarem ?

Benfiquista Primário disse...

Diogo Maria, não imaginas o que, tendo formação na área da saúde, se consegue facilmente diagnosticar em ti, só lendo as aberrações que aqui publicas.

Sinceramente, inspiras comiseração. Ainda mais que a produtora de humor do Lumiar - o que não é nada, mas mesmo nada, fácil.

Roberto Rensenbrink disse...

Ó Diogo, ó Diogo,

não percebeste patavina. Defeito meu, com certeza, mas estás profundamente confuso, meu rapaz, ou, se preferires, meteste os pés pelas mãos.

Para quem acusa os outros de serem cheios de si, convenhamos que a tua observação acerca dos feitos ou realizações pessoais é todo um tratado sobre o tema.

Depois convenhamos que a nível de argumentário é «sui generis»: há a carvalhada e a folha; depois o âmbito sexual (de tão recorrente, espero que não seja trauma... mas a medicina dá um jeito); fator idade, mas sempre oscilante e esotérico (ora são 80, ora 60, agora 50... algum dias hás de acertar... força!); fator doença «varia» de género e feitio; considerações avultas sobre cultura, leitura, filosofia, enfim, um manancial; traçar de «retratos» (a partir de bojardas expelidas num blogue humorístico sobre o mundo da bola. Não está mal, não senhor, mas melhor fazem os que adivinham o estado de espírito das nossas pessoas gradas a partir da sua caligrafia. É um mundo de «personna»); aliar o pretensiosismo à vulgaridade (só deves ter tido acesso à «vulgata versio».); vómitos sobre a família; e mais sexo...

Sai disso. Queres dizer umas carvalhadas? Diz! Mandar-me para o crlho? Manda! Não sejas é um cona de sabão, um mija em vão de esquina, baixo e rasteiro, qual Micael dos blogues, a trazer à liça quem não é para aqui chamado. Não sejas tu, efetivamente, um merdas de uma lesma rastejante.

E sai dessa confusão, por favor, ou ainda vais incomodar alguém que está, sossegadamente, a cuidar das suas alfaces numa estufa qualquer, alheio a tudo isto.

PS - A sério, pá, ainda estou na dúvida se estás a reinar. Se não estás, adeus e passa bem, porque és mais estúpido do que supunha, no teu psicologismo de teclado, Dr. Barbedo. Já uma vez lançaste as aves procurando adivinhar a minha idade a partir da foto do avatar, ignorando que se trata do Carlos Lisboa. Um génio...

Diogo Costa disse...

"Sai disso. Queres dizer umas carvalhadas? Diz! Mandar-me para o crlho? Manda! Não sejas é um cona de sabão, um mija em vão de esquina, baixo e rasteiro, qual Micael dos blogues, a trazer à liça quem não é para aqui chamado. Não sejas tu, efetivamente, um merdas de uma lesma rastejante."

"Com tanta referências às nádegas, só se pode concluir que os lagartos são todos panascas..."

A coerência do homem.
Também gosto do "trazer à liça". O dito homem, se não é vossa excelência, iria gostar de saber que vai a debate em blogues desportivos. Não passa nada.
Quanto ao Carlos Lisboa, tenho pena. Vi agora que jogou no Sporting, mas, epá, passou-me ao lado. Caguei para o dito. Muitos anos e saúde. Permites que não esteja a par do teu ídolo? Agradecidos.
Adeus, camarada. Incha para aí. ;)

Próxima vez, já sabes. Começas por tratar os outros de uma maneira mais simpática, esqueces os sportinguistas, porque os sportinguistas de que falas, como se tivesses tomado café com todos eles, têm mais dignidade do que a senhora porca, sua boca, e a coisa resolve-se. E vá lá, estou certo que falo pelo teu pai também, sportinguista dos verdadeiros, como gostas de chamar. Beijo, Roberto.

Diogo Costa disse...

E para finalizar, tiras o engenheiro, mas o conteúdo é o mesmo. Génio.

Roberto Rensenbrink disse...

Continuas a não saber ler, génio.

Lagartos, não sportinguistas. Destes, faz parte, por exemplo, o Alemão e fazia o meu pai, que tanto gostas de citar (aqui o contexto não se aplica, Bosta?).

Tu és um lagarto.

PS - O que é absolutamente extraordinário é que tu, boquinha de prata, tu, tu mesmo, leste «lagartos» e assumiste «sportinguistas».

Mais uma tirada de génio, prata.

Com o ósculo devoluto envio uma bonina.

A bug's life disse...

Todos ss sportinguistas têm mais dignidade? O PPC está incluído?

Jon D. disse...

Tanto que é legal que fica escrito. Tal como são as cláusulas automáticas de recompra ou direitos de prefêrencia. Mesmo que não fossem legais, era uma questão para tribunais de trabalho.
Aqui está em causa um clube proibir (??) um outro de usar atletas em competição.

Redceltic disse...

Obviamente que o que o Benfica faz é legal. A questão é bem simples: Se um desses jogadores jogar o clube do Restelo tem que pagar ao Benfica. Igualzinho ao Di Maria que se jogasse x jogos custaria mais uns milhões. Ou as tais clausulas que o Sporting impôs ao atlético com a venda do Insua. E para o Belenenses aparentemente é bom pq não pagou nada pelos jogadores, mas podiam ter feito diferente de facto- Pagavam 2 ou 3 milhões e jogavam com eles à vontade... Ah espera, se calhar não tinham dinheiro para isso...

Jorge Alemão disse...

Redceltic

Então a incapacidade financeira do Belenenses, limpa qq responsabilidade do Benfica ???

Se o Benfica emprestar jogadores ao Belem, a custo Zero caso eles deixem entrar 2 ou 3 batatinhas em cada jogo, também não se passava nada ???

Segundo a tua teoria, a culpa seria sempre e só do Belenenses porque não tinha capacidade para contratar esses jogadores sem aceitar as condições impostas pelo Benfica.

Redceltic disse...

Jorge, o Benfica não emprestou. Vendeu. O Belenenses aceitou pq quis. Podia não aceitar. Ou podia pagar. A mim não me faz confusão nenhuma que isso tenha acontecido como tb não faz qd o porto «engripa» os emprestados todos como tb não faria se jogassem todos. A única coisa que me faria confusão era jogarem e serem menos um em campo.

Jorge Alemão disse...

Redceltic

O ponto aqui é:

Vendeu e por essa venda recebeu algo em troca que não pode receber que são favores de clubes adversarios

E claro que não é legal, porque se fosse estaria no contrato de venda do jogador

Redceltic disse...

Se não fosse legal que obrigaria o clube a manter a palavra?

Zé de Fare disse...

vocês mereciam acabar todos no panteão!

o que interessa é ganhar o jogo e golear pra chegar com alta moral ao jogo seguinte enchendo paginas de jornal, criando a percepção que a equipa é muita boa. Não vão ser as palhaçadas do lima a ganhar jogos.

suas mumias eusebianas!

também é preciso vender os argentinos porque não há guito! por muita bancada família e punhetas semelhantes... não há guito!

Sísifo disse...

Mais vale isso do que ter ejaculações precoces, mesmo antes do tiro de partida, na «pole»...

Jorge Alemão disse...

Redceltic

Se o Belenenses falhar, vcs fecham a torneira, simples !

Quem disse...

Zé, é "mereçiam". Não te armes em sofisticado.

Rui Dias disse...

Há que vender os argentinos e ficar com o guito...doyen a quem doer! Oh wait.....

Benfiquista Primário disse...

LOLOL e não é 'intereça' também??!!!

Benfiquista Primário disse...

Zezé Caralhinha, já na produtora de humor do Lumiar, o que interessa é nunca ganhar nada, para chegar ao jogo seguinte com a moral em baixo e não arriscar criar a percepção de que a equipa não é miserável.

Uma estratégia super correcta, obviamente, porque a equipa é mesmo miserável.

Benfiquista Primário disse...

O Zezé Caralhinha, adepto do Sporting Mau, vem acusar o Benfica de não ter dinheiro.

Wow é uma estratégia tão robusta como o Hitler vir acusar alguém de anti-semitismo.

Ou como o Diogo Maria acusar alguém de ser pretensioso, arrogante e não saber interpretar um texto.

Força Zezé, mais tarde ou mais cedo há-de surgir uma sinapse entre o primeiro e o segundo neurónio.

LDP disse...

sinapçe.

Benfiquista Primário disse...

rsss grande LDP, fica aqui o meu agradeçimento pela corressão

(Eish que isto até dói)

Quem disse...

"Pretençioso"
Corretor automático Zé Editora

Zé de Fare disse...

qualquer flato faz as velhas desdentadas aqui do estaminé mostrarem as poucas teclas do piano que ainda moem as sopas de cavalo cansado.

#missaoBelem

#ganharPor6-0

#TamosMuitaFortes

DeVante disse...

Alguém leu o contrato assinado pelo Benfica e Belenenses?

Alguém sabe o que foi estipulado?

Concordo com o Redceltic

Se for o mesmo que os "diferentes" estipulam quando vendem um jogador seu, qual é o espanto? Ah, diferentes...

Sentinela um Estremecer disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sentinela um Estremecer disse...

"çopas de cavalo cançado"

Quem disse...

Já existe uma app e tudo

Roberto Rensenbrink disse...

«qualquer flato faz as velhas desdentadas aqui do estaminé mostrarem as poucas teclas do piano que ainda moem as sopas de cavalo cansado.»

Brutal autorretrato do seu autor!