18 maio 2015

Os Nossos Campeões do 34 - Parte I (Os chefes)

Luís Filipe Vieira:
- Se o título do ano passado foi em grande parte graças ao seu esforço de manter a equipa, ao "contra tudo e contra quase todos" manter o Jesus, este já não lhe aponto tanto mérito. Esfrangalhou a equipa toda mesmo gastando mais dinheiro que quase nunca, só não vendeu o que não conseguiu, apoiou-se no talento do Treinador e lá se safou. Sei que não podia ser mais um ano só com a venda do Matic, mas as saídas do Oblak, Garay, Siqueira, Enzo (janeiro), André Gomes, Rodrigo e Cardozo não deixavam grande margem para sonhar... mas foi possível. Parabéns a ele por estar ao leme, mas foram demasiados os riscos corridos.

Jesus:
- Sem dúvida o timoneiro deste título. Pelas mesmas razões referidas acima, se no ano passado tinha obrigação de ser campeão por ter um plantel que vamos estar dezenas de anos sem ver um igual, este ano parecia uma missão impossível, mais a mais tendo em conta o poderio com que o Porto se reforçou. Ainda assim a corda esticou e só partiu na Europa em prol deste título. Estamos a falar de uma liderança conquistada à 5ª jornada e nunca mais abandonada. Enorme trabalho do Jesus, soube ler o que tinha que ler e trabalhar o que tinha de trabalhar. Obrigado!

6 comentários:

Luis Marques disse...

Temos que ter juizinho, aproveitar os emprestados, vender o mínimo possível e aproveitar a razia que o Porto vai sofrer em função do all in que fizeram esta época e dos emprestados que não ficam.

Roberto Rensenbrink disse...

Ó Gordo, falta aí alguém para completar o «podium»: ninguém mais contribuiu para o 34 do que o austrolopetegus, como ele, narcisicamente, ontem reconheceu: "Parabéns a todos os que colaboraram no título do Benfica.".

Esta mania do auto-elogio...

Jorge Alemão disse...

Foi bonita a festa

Benfiquista Primário disse...

Eheheh foi deselegante, realmente.

Podia ter esperado que o presidente frutista ou o distribuidor Antero lhe tivessem endereçado esses parabéns. Mais do que merecidos, diga-se, em abono da justiça.

Flopetegui forever!

Zé de Fare disse...

sagres litro.

mais aerodinâmica...
maior impacto...
mais gás...

de que estás à espera para atirar a tua?

O Piça Fria disse...

Sentes o sangue a correr dos teus cornos?

Pois é: já atirei.

Ó ZÉ FARELO, VAI PÓ CARALHO!
Ó ZÉ FARELO, VAI PÓ CARALHO!
Ó ZÉ FARELO, VAI PÓ CARALHO!

LIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIINKS!