19 agosto 2015

Ia comentar as trocas de acusações do idiota do Gordo de Carvalho e do idiota do Mr. Burns, mas a Associação de Adeptos Benfiquistas disse tudo, apenas transcrevo directamente do site d'A Bola:

«O futebol não é uma guerra», diz Associação de Adeptos Benfiquistas

A Associação de Adeptos Benfiquistas emitiu um comunicado esta quarta-feira, na sequência da troca de palavras entre o diretor de comunicação do Benfica, João Gabriel, e o presidente do Sporting, Bruno de Carvalho.

No comunicado, a associação apela à «responsabilidade e contenção» dos intervenientes e afirma que o futebol «não é uma guerra», mas sim um desporto que «deve ser acarinhado».

«Na sequência das declarações protagonizadas nos últimos dias pelo diretor de Comunicação do Sport Lisboa e Benfica, João Gabriel, e pelo presidente do Sporting Clube de Portugal, Bruno de Carvalho, a Associação de Adeptos Benfiquistas vem apelar para que exista responsabilidade e contenção dos respetivos intervenientes.
O futebol não é uma guerra, o futebol é um desporto que apaixona milhões de pessoas em todo o Mundo, deve ser acarinhado, promovido, não vilipendiado com declarações de guerras tribais consentâneas com a idade média», lê-se no comunicado.

A associação deixa ainda expressa a vontade de que os organismos punam as «declarações irresponsáveis». «Esperamos que os organismos responsáveis, Liga Portuguesa de Futebol Profissional e Federação Portuguesa de Futebol, de uma vez por todas, tenham coragem para punir, como noutros países europeus já sucede, declarações irresponsáveis que não são mais que um acicatar de fanatismos desnecessários», refere o documento.

Clap Clap Clap!


PS: juro que não sei o que é que o Mr. Burns faz no meu Clube, nem atrás do bico da imperial aqui da tasca o gajo se safava... Faz um condutor de mulas parecer extremamente sofisticado...

15 comentários:

jzz disse...

Este blog vai de mal a pior... proponho fusão com a tasca do mherda...

AL disse...

Comparar isto com a tasca do mherda só se for pelos canhões que aqui vêm destilar o seu pus.

Nenhum dos 3 presidentes presta, porque nenhum sabe ou quer valorizar o dito espetáculo que é o futebol. Vivem de guerras e guerrinhas e alguns não passam de adeptos e dos mais rascas.

O que o anafado faz ou diz é com ele e com os delirantes adeptos e sócios que vibram com cada bostadela que produz. Assim sendo, se gostam e deliram, qual rebanho a seguir o pastor, é com eles.

Eu quero um Benfica que conheci há muito tempo - o de Borges Coutinho, por exemplo. Ou melhor ainda: um clube que se paute pela lisura e pela elevação. Chafurdar na merda só nos conspurca.

Vieira, neste capítulo do confronto, é um zero. Não é uma crítica, pois as pessoas têm as competências que têm, é uma constatação. E ainda bem: para fazer as figuras do anafado, deixe-se estar calado e a tratar do clube.

João Gabriel dá-me asco, porque personifica tudo aquilo que é um grunho e dispensam-se grunhos.

Estes dirigentes desportivos que temos são o principal fator da guerra em que se transformou o desporto e a discussão. Felizmente, no nosso círculo de amigos, na nossa rede profissional, 99% é gente normal, que troca umas provocações e umas picardias e depois vai beber um copo juntos e falar do resto, a que se chama... vida ou uma treta assim.

Um destes dias, vamos substituir as castas sociais baseadas na raça ou credo dos séculos anteriores pelas castas sustentadas na cor clubística.

Patético!

Roberto Rensenbrink disse...

Seara era um cona mole, um sujeito plasticina que se queria moldar e agradar a tudo e todos. Mas também o que se pode esperar de um tipo que anda de braguilha aberta para impressionar o mulherio?

João Gabriel, Pedro Guerra, Rui Gomes da Silva: tudo lixo.

Borrego das Cartas disse...

Caro Roberto aplaudo a sua descrição de Seara e é perfeito o paralelismo que faz com Pedro Guerra (simplesmente ridículo), não me pronúncio acerca de João Gabriel porque não acerta sempre nos comentários mas se não for ele, ninguém defende o Benfica, agora, RGS é, de longe, alguém bastante superior aos demais. Cumprimentos.

gr33nc0d3r disse...

@AL

Se ignorarmos os 3 primeiros parágrafos temos exactamente o discurso que todos os adeptos e dirigentes desportivos deveriam ter em mente no nosso país...
Só que, ao passar para o papel (ou, melhor dizendo,para o ecrã) os seus 3 primeiros parágrafos acaba por se contradizer e fazer exactamente aquilo que posteriormente diz abominar.
Falta aí um pouco de Coerência...

Jorge Alemão disse...

Concordo no geral com o que aqui disseram, em especial com o carissimo Roberto, mas que o gajo é parecido com o Mr. Burns ninguem pode negar

Ace-XXI disse...

Nao há grande coisa a dizer além de concordar com o que foi escrito, no entanto a verdade ê que parece que apenas quando BDC diz merda é que as pessoas ficam indignadas a postura do diretor de comunicação social e do Benfica em relação a JJ tem sido miseráveis nestes últimos 2 meses e a verdade é que durante este tempo nao vi uma critica pública de nenhum benfiquista a famosa "estrutura".

Pulha Garcia disse...

Eu como adepto e sócio há mais de 25 anos (do Benfica) revejo-me totalmente na declaração desta Associação (que eu confesso que nem sabia que existia). Concordo que haja um director para a comunicação mas não acho que o João Gabriel seja a pessoa certa. Neste caso em concreto ele só tinha que dizer algo do género "O SLB entende que tem motivos de queixa e avançou para um procedimento judicial", mais nada. Não podemos criticar o estilo provocador do Pateta de Alvalade e depois termos um gajo como o João Gabriel a fazer o mesmo. O Benfica é um clube de escala Mundial, não se deveria posicionar ao mesmo nível que um gajo como Bruno de Carvalho.

Prometeu disse...

Ace-XXI,

Ou andaste distraído, ou ainda não vinhas espreitar os nossos espaços. Se há coisa que caracteriza o Benfica é a ausência de unanimismo.

Neste blogue, por exemplo, entre outros, são feitas críticas à estrutura, ao Vieira, ao Gabriel, ao Pedrocas, etc. Sem rebanhos e sem pastores.

Benfiquista Primário disse...

Ora aí está. Isto devia ser um no brainer, mas voltamos sempre a isto...há demasiada gente mal formada no futebol e demasiada gente que se diz adepto do futebol, mas na verdade não é: têm é muita necessidade de canalizar outros ódios e projectar outras frustrações - o futebol e o clubismo são o pretexto perfeito.

Rivalidade com paixão e humor é das melhores coisas que há na vida, guerra de mitras mais ou menos bem vestidos - não, obrigado.

Ace-XXI disse...

E no sporting achas que BDC nao ê criticado? Até pela contratação do treinador vi campeão ao rival houve criticas... A postura da direção do Benfica nesta "guerra" contra o SCP e JJ tem sido elogiada por uma maioria significativa de benfiquistas e até o vergonhoso timing da suposta ação foi aplaudida nas redes sociais.

Espero que se calem todos e que deixem que o campeonato se decida onde deve que é dentro das 4 linhas.

Zé de Fare disse...

paz e amor...

deixem o vitor pereira nomear árbitros, especialmente aqueles que saltam diretamente do CNS. Ajuda muito a desbloquear jogos.

bruno de carvalho não é presidente do sporting há 15 anos. Está claramente em vantagem.

Faltam 11 dias pra alguém levar o gaitan.

Benfiquista Primário disse...

Não estava a falar só de ti, Zezé Caralhinha.

Jon D. disse...

O benfica tem o mérito de colocar peões certos nesta guerra suja.
O Pedro Guerra (que não conhecia até há 2 semanas, quando se estreou na tvi) é um deles. Pode ser um escroque aldrabão sem carácter, mas tem capacidade de argumentação (necessário para convencer as massas), ao contrário dos outros dois maganos que por lá andam. O gordo do Porto está lá para efeito cómico, e o gordo do Sporting pode perceber muito de transplantes, mas de debate (e futebol) percebe zero. Bem se vê que leva a cartilha lida, mas como nos exames, é preciso um pouco mais que debitar o que se empina de véspera.
Estes programas são o que são, valem o que valem, mas colocar um Gobern contra um ROC é o mesmo que colocar... sei lá, alguém que consegue encaixar 2 pensamentos contra... um ROC.
o Gabriel? Eh pa, o Gabriel dá a entender que não era propriamente amigalhaço do egocêntrico. Há aqui também algo de agenda pessoal. No meio disto, saem mal o Vieira (que parece alheado da guerra, faz lembrar aqueles reis cujos países entravam nas guerras e eles nem tinham direito a opinar) e o Vitoria, que continua a ser o 2º treinador mais importante para a estrutura.

João S.Jorge disse...

Deve haver aí um equivoco qualquer de toda a gente.
Mr.Burns e Peter Griffin não fazem parte da mesma comedia animada,
as bom poderia ser engraçado.....