08 agosto 2015

O Profeta

Todos temos paixões assolapadas... Algumas mais justificadas que outras... 

O meu jogador do Benfica preferido, de sempre, é o Isaías... 

Nunca tive um Amor tão claro no Futebol, até um caderninho fiz do gajo com todas as entrevistas e recortes e fotos e tudo do gajo... O pontapé canhão conquistou-me desde sempre... 

E aquele jogo com o Arsenal? <3

Hoje soube por um amigo meu um trivia engraçado:
- sabem quem foi o 1º brasileiro a jogar na Premier League? Pois...foi ele... 

Para sempre Isaías!!!!

SLBBBBBBBB

7 comentários:

nonameslb disse...

Para mim e o JVP mas tambem gosto muito do Isaias.

Minha Chama disse...

Saudações Gloriosas

https://www.youtube.com/watch?v=u18nDzr_6Vs&feature=gp-n-y&google_comment_id=z12gf1kzmtn1znrra04cj1kicnmhijmpwrc0k

Gordon Ramsay disse...

Também é preciso ter azar para entre tantos bons jogadores brasileiros, o primeiro a ir jogar para lá ser um flop de todo o tamanho

Paulo Teixeira disse...

Gordo,

Se soubesses como é que o Isaias aportou ao Rio Ave algures no ano de 1987... É verdade, o falecido Rubério ex Futebolita brasileiro (jogou sempre a norte em clubes secubdários e radicou-se no Minho), posteriormente Empresário (trouxe do Brasil para o Belem tamb+em o desconhecido Catanha, que foi posteruormente Internacional pela Espanha), bom mas o Rubério, trazia contentores de futebolistas para Clubes do Norte, Gil, Famalicao, Rio Ave entre outros, brasileiros desconhecidos, oriundos de escalões bem inferiores, ou mesmo que o bom do Rubério recrutava nas praia do Nordesta, do seu Recife onde nasceu!

Na época 1986/87, o Rubério trouxe para V Conde o Treinador brasileiro Mario Julliato, e com ele, 8/9 jogadores perfeitamente desconhecidos no Brasil, com tanta quantidade, havia sempre um Isaias, que no Brasil jogava na Cidade de Cabo Frio, do Estado do Rio Janeiro!

Sim, o Isaías é o primeiro brasileiro a jogar em Inglaterra, na temporada 1996/97, fez 9 jogos pelo Coventry, e fez ainda 2 golos (não sei se voltou a marcar ao Arsenal). Anos mais tarde, mas por outras vias, chegou um perfeito desconhecido no Brasil e que tinha tantas afinidades morfológicas/fisicas, e futebolisticas com Isaías, falo no Hulk!

Benfiquista Primário disse...

Bem, a paixão é mesmo irracional por definição...também adorava o Isaías.

Mas acho que não pode ser comparado com, por exemplo, Chalana, Valdo, Rui Costa, Pablo Aimar, Di Maria...ou sequer com Karel Poborsky, Vítor Paneira, Fabrizio Miccoli, Mats Magnusson, Oscar Takuara Cardozo, Nené, Diamantino, Saviola...

Na baliza, Bento, Bento e ainda Bento.

Centrais, também os tivemos de classe mundial: Humberto Coelho, Ricardo Gomes, Gamarra, Luisão, Ezequiel Garay...

Médios 6 ou 8, Paulo Sousa, Matic, Ramires, Enzo Perez, Shéu, Carlos Manuel foram as minhas maiores paixões.

Benfiquista Primário disse...

E posso acrescentar Veloso (a lateral direito), Fábio Coentrão, Schwartz, Jonas Thern, Nico Gaitán, Katsouranis, Karagounis, Witsel,...

Em termos de classe, nas suas posições, para mim qualquer destes, além dos do comentário anterior, foram ou são bem superiores ao Isaías.

E eu adorava mesmo o Isaías!

Pedro Milheiro disse...

http://globoesporte.globo.com/rj/serra-lagos-norte/noticia/2015/08/pioneiro-na-premier-league-e-idolo-do-benfica-historias-do-anonimo-isaias.html?utm_source=Twitter&utm_medium=Social&utm_content=Esporte&utm_campaign=globoesportecom