21 outubro 2015

Pensamento

Ver o André Almeida meter para dentro e tentar rematar de pé esquerdo, é como ir sair com aquele amigo totó e vê-lo a tentar sacar uma modelo de 1,90 no Lux...

5 comentários:

Ricardo disse...

2 Tótós portanto...

O Piça Fria disse...

Foda-se!

Às vezes tens piada, outras é só marrar.

O Almeida é tão mau que enfia todos os outros gajos no banco ou na bancada. Assim sendo, esses outros são horríveis.

Vale mais o Almeida do que o Sílvio, o Pizzi, o Talisca, o Patarato, etc., todos juntos.

DeVante disse...

Ao menos quando perdemos sai um post logo...quando ganhamos já é que acontecem coisas com a conexão à net e o caralho.
Sim, ter o Almeida, o Sílvio e o Eliseu é fudido

Pulha Garcia disse...

Coisas que não podemos:

1. Não podemos andar na Liga dos Campeões com André Almeida no nosso meio-campo (nem nas laterais). Não percebo como é que alguns visionários continuam a elogiar este jogador, assim numa linha tipo Roderick. Falha passes atrás de passes, não tem personalidade, garra, posicionamento, velocidade, remate, jogo de cabeça. Nada. No ano passado o nosso pior jogo o ano todo foi em Alvalade, AA foi o pior em campo. Por causa dele já o Cardozo tinha perdido a paciência. AA é melhor do que Fejsa? Cristante?

2. Movimentações defensivas. Como é possível o Eliseu abandonar o Podolski sem garantir que o Jardel o estava a cobrir? Das melhores coisas nos tempos do Jesus era a qualidade das movimentações defensivas. Em vez disso sofremos com RV golos em quase todos os jogos. Aos 5 minutos da 2ª parte podia estar 4-1.

3. Grandes períodos sem posse de bola, consequência directa da quantidade enorme de passes errados, que por sua vez é consequência da falta de táctica. O Benfica para ser uma equipa vencedora tem que colocar os outros a correr atrás da bola, não o contrário.

4. Bolas paradas. Quantos golos marcámos de bola parada este ano? Há não muito tempo chegámos a marcar dois golos de canto ao Tottenham no mesmo jogo. Estamos a perder um dos nossos cartões de visita.

Em resumo: há qualidade mas falta muito trabalho de casa.

DeVante disse...

De acordo, Pulha!